Bandeira «Cidade de Excelência – Nível III» distingue práticas de regeneração urbana e turismo em Guimarães

Guimarães foi reconhecida com a bandeira «Cidade de Excelência – Nível III». A distinção foi atribuída esta manhã pela Rede de Cidades e Vilas de Excelência, numa cerimónia realizada no salão nobre da Autarquia, em que a Presidente do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade entregou simbolicamente a bandeira ao Vereador responsável pelo Urbanismo, Fernando Seara de Sá, na presença do Coordenador da Rede, Pedro Silva. 

O grau de evolução da implementação do Plano de Acção Local proposta pelo Município de Guimarães aquando da adesão à Rede, incidindo nos eixos «Cidade ou Vila de Regeneração e Vitalidade Urbana» e «Cidade ou Vila Turística» serviu de fundamentação para o reconhecimento.

Paula Teles, Presidente do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade, salientou a evolução nas práticas inovadoras nos eixos de regeneração urbana e do turismo, destacando o enfoque nos modos suaves de deslocação e o fomento do turismo sustentável com aproveitamento da herança histórica. "Este galardão expressa o cumprimento de metas num caminho que deverá chegar ao Nível V", disse.

O Vereador responsável pelo Urbanismo, Fernando Seara de Sá, fez questão de assinalar que esta distinção resulta de um trabalho do Município iniciado há vários anos, numa actuação que tem sido orientada em função da "bandeira da sustentabilidade".

As acções urbanas que assumiram maior ênfase incluem o projecto da rede ciclável de Guimarães, denominado Ecovia; conjunto de estudos, projectos e acções no contexto urbano visando uma mobilidade mais racional; acções como a via de ligação ao Avepark, a variante de Silvares, o desnivelamento do nó de acesso à auto estrada A11, a via de ligação a Urgezes à área central da Cidade e a Rua de Francos; o parque de estacionamento de Camões; o edifício Jordão e garagem Avenida, a sede da Universidade das Nações Unidas e a Escola-Hotel; e a elaboração de documentos estruturantes em contexto de planeamento.

Estas intervenções cumprem três princípios de acção da bandeira "Cidade de Excelência – Nível III”: o reforço da identidade vimaranense e polaridade do centro urbano mais significativo; a qualificação do ambiente nas suas diferentes vertentes; e o conforto no usufruto quotidiano do território.

Imprimir Email