Candidatura de Júlio Mendes tem acordo de parceria com o PSG


O candidato da Lista B à presidência do Vitória, Júlio Mendes, estabeleceu um acordo com o PSG, através de Antero Henrique, director-desportivo daquele clube francês.

O referido acordo prevê a cedência de jogadores por parte do Paris Saint Germain na próxima temporada. Segundo a candidatura da Lista B, a ideia estava a ser trabalhada há algum tempo, fruto das boas relações entre Antero Henrique e Júlio Mendes e que o Vitória pode beneficiar dos excedentes do vasto plantel do PSG, sendo que o acordo pode também estender-se à troca de jogadores das camadas jovens.
Júlio Mendes deverá avançar mais detalhes deste acordo nas sessões de esclarecimento que a sua candidatura realizará até sexta-feira, último dia da campanha eleitoral.

Júlio Mendes colocou em causa o plano de investimento apresentado pela Lista A, de Júlio Vieira de Castro. “Dizem que vão fazer uns aumentos de capital, que querem devolver o Vitória aos sócios com um aumento de capital de 20 milhões. Eles não têm a capacidade de perceber que o Vitória não tem capacidade para acompanhar um aumento de capital de 20 milhões de euros. Isso não seria devolver o Vitória aos sócios, isso seria vender o Vitória aos investidores. Esse é o novo Vitória? Nós não queremos esse Vitória, mas sim um clube com a nossa participação”.

O candidato da Lista B lembrou que os interesses do clube estão blindados pelos Estatutos que desenhou para a SAD. “Com um aumento de capital de 20 milhões, o Vitória vai ter zero por cento. Nós fizemos uma SAD que está blindada e que protege todos os direitos do Vitória. Se houve um renascer do Vitória, foi aí”.

Na acção de campanha com que iniciou a última semana, Júlio Mendes acusou Júlio Vieira de Castro de pedir um cheque em branco. “Quando fazem perguntas à outra candidatura, dizem sempre quando chegarmos lá vamos ver, não sabemos bem, temos de avaliar. Querem que as pessoas lhes dêem um cheque em branco. Nós queremos um compromisso com os vitorianos. E o ditador sou eu? Querem chegar ao poder sem compromisso nenhum e quando chegarem lá é que vão dizer o que vão fazer? Mas isso acontece em algum país civilizado ou organização com a dimensão do Vitória?”.

Marcações: eleições, julio mendes, Vitória Sport Clube

Imprimir Email