Vitória "repudia, de forma veemente, a prática de qualquer acto que prejudique a verdade desportiva”



O presidente do Vitória, Júlio Mendes, pronunciou-se sobre as polémicas a envolver o nome do Vitória e de João Aurélio, sobre um caso de alegada corrupção.

Num comunicado colocado no site oficial do clube, pode ler-se que o Vitória manifesta “total surpresa e estupefação perante os factos hoje trazidos a público pela comunicação social.”

Na nota assinada por Júlio Mendes, pode ler-se que o Vitória “repudia, de forma veemente, a prática de qualquer acto que prejudique a verdade desportiva”, e anuncia que “extrairá as devidas consequências junto de todo e qualquer agente desportivo que se venha a demonstrar ter praticado tais actos ou que ponham em causa o bom nome e a credibilidade de uma instituição quase centenária e que se orgulha de ser uma referência desportiva nacional.”

“Enquanto principal interessado no apuramento da verdade”, o Vitória “exige uma rápida, enérgica e eficiente intervenção dos órgãos judiciais competentes, mostrando-se totalmente ao dispor para o que venha a ser entendido como necessário”.

Marcações: julio mendes, Vitória Sport Clube, João Aurélio

Imprimir Email