Jogador do Moreirense recusou alinhar em caso de alegada corrupção para favorecer Sporting



Um jogador do Moreirense recusou alinhar no alegado esquema de corrupção para facilitar a tarefa do Sporting.

As conversas do empresário Paulo Silva e um funcionário do Sporting, Gonçalo Rodrigues, envolvidos neste caso, reveladas pelos Órgãos de Comunicação Social, indicam a abordagem a um jogador do Moreirense, na semana que antecedeu o encontro da 7.ª jornada da Liga, disputado a 27 de Setembro de 2017.

Na conversa, o empresário Paulo Silva dá conta que ofereceu de três a seis mil euros a um jogador do Moreirense, que, na resposta, o "mandou às couves". O mesmo empresário diz ter ligado ao jogador, que não é identificado, depois da partida, uma vez que o atleta foi um dos melhores do Moreirense no embate com o Sporting, que terminou empatado a um golo. E nessa conversa o jogador ter-lhe-á dito que falou com o seu pai e que este lhe terá aconselhado a "não se meter nisso." O empresário Paulo Silva conta ainda que o jogador em questão lhe disse que "também não ficava rico" com a verba que lhe terá sido oferecida.

Marcações: Moreirense Futebol Clube

Imprimir Email