Facebook Twitter Google + YouTube
Julgamento do alegado homicida de prostituta na Caldeiroa foi adiado

Julgamento do alegado homicida de prostituta na Caldeiroa foi adiado

Judicial19 de Janeiro, 2017 16:07

A sessão de julgamento do homem acusado de matar, por asfixia, uma prostituta, em Guimarães, na Rua da Caldeiroa, marcada para esta quinta-feira, foi adiada sem data.

O adiamento ficou a dever-se à falta do resultado da perícia requerida pela defesa quanto à força de preensão, para apurar se tem força nas mãos capaz de ter estrangulado a vítima. 
O arguido, um vimaranense de 36 anos, está acusado pelo Ministério Público de homicídio qualificado, crime cuja moldura penal vai dos 12 aos 25 anos de prisão. 
Segundo a acusação, o arguido conheceu a vítima em inícios de 2015.
Na madrugada de 5 de Março deste ano, a mulher terá dito ao arguido que queria acabar com o relacionamento amoroso.
Consumado o crime, o arguido tomou banho, deambulou algumas horas por ruas da Cidade, telefonou a duas pessoas dando conta do crime e entregou-se à PSP cerca das 10:20. 
O cadáver foi encontrado pelas 9h00 no dia dos acontecimentos, pela dona da casa onde a vítima vivia. 

 

Vídeos recentesver tudo

Rádio Santiago em Direto

Cantinho do Puff

Farmácias de Serviço

Guimarães

Farmácia Paula Martins (Permanente)
Rua Teixeira Pascoais, 71-B

Farmácia Faria (Disponibilidade)
R. do Calvário, 201

Vizela

Farmácia Campante (Disponibilidade)
Rua Dr. Abílio Torres, 1168/1188

As nossas publicações

Desenvolvido por 1000 Empresas

Contactos

Edifício Santiago
Rua Dr. José Sampaio n.º 264
4810-275 Guimarães
Tel.: 253 421 700
Email: geral@guimaraesdigital.com