Curtas
«Paisagens silenciosas» na Escola de Arquitectura da Universidade do Minho. Até 29 de Novembro.
«O sonho de voar», exposição de fotografia Mário Cruz, na Assembleia de Guimarães. Até 29 de Novembro.
Facebook Twitter Google + YouTube
Raimundo Fernandes partilha as suas colecções na Casa da Memória de Guimarães

Raimundo Fernandes partilha as suas colecções na Casa da Memória de Guimarães

Cultura4 de Novembro, 2017 22:13

Raimundo Fernandes é um dedicado colecionador vimaranense, detentor de um espólio artístico e documental invejável. Este sábado, a Casa da Memória de Guimarães inaugurou uma exposição que permite aos visitantes entrar no universo das suas colecções, onde está sempre presente o amor a Guimarães.

«Raimundo Fernandes, Um Colecionador de Guimarães» é o título da nova mostra programada no âmbito do ciclo de exposições temporárias “Memento”, na Casa da Memória de Guimarães.

Trata-se de uma iniciativa que dá a conhecer a faceta de colecionador de um conceituado empresário têxtil vimaranense, cujo espólio único e variado tem sido divulgado no País e no Mundo, quer em exposições, quer em diversos estudos científicos.

Pela primeira vez, com um espaço inteiramente dedicado aos seus ‘tesouros’, na cerimónia inaugural realizada esta tarde, Raimundo Fernandes não escondia a emoção, sempre que era solicitado a explicar o momento em que uma fotografia, uma medalha, uma moeda ou uma pintura passou a fazer parte do seu universo existencial.
Rodeado de familiares e amigos, o empresário guiou os visitantes, conduzindo-os até ao gabinete de curiosidades, a partir do qual se descobrem as suas colecções de centenas de objectos ligados a Guimarães e à região. 

Coleccionador de moedas, de pintura, de escultura, de fotografias, de postais, de livros, de medalhas e dos mais curiosos artefactos de temática vimaranense, com especial incidência na figura de Afonso Henriques, Raimundo Fernandes transferiu parte do seu espólio da sua casa para a Casa da Memória de Guimarães, partilhando-o abertamente com o público.

A Directora daquele espaço, Catarina Pereira, agradeceu-lhe a confiança, aproveitando para elogiar a persistência e a dedicação à causa da cultura e da história de Guimarães.

Por seu turno, o Presidente da Câmara considerou Raimundo Fernandes um exemplo daquilo que considerou ser “um defensor da identidade colectiva”. “Isto é Guimarães na sua força e no seu esplendor”, comentou Domingos Bragança.

Visivelmente emocionado, Raimundo Fernandes pediu a um neto para ser seu porta-voz e assim usar da palavra em seu nome na hora de discursar, tendo agradecido a oportunidade de mostrar as suas colecções em Guimarães, a Cidade que o fascina desde que nasceu na emblemática Rua da Arcela, no ano de 1943. 

A exposição tem entrada livre e ficará patente na Casa da Memória até ao dia 4 de Março de 2018.

Vídeos recentesver tudo

Rádio Santiago em Direto

Cantinho do Puff

Farmácias de Serviço

Guimarães

Farmácia Avenida (Permanente)
Av. D. João IV, 585 r/c

Vizela

Farmácia Ferreira (Disponibilidade)
Avenida Abade de Tagilde, Nº 901

As nossas publicações

Desenvolvido por 1000 Empresas

Contactos

Edifício Santiago
Rua Dr. José Sampaio n.º 264
4810-275 Guimarães
Tel.: 253 421 700
Email: geral@guimaraesdigital.com