GNR identificou focos de poluição no Rio Ave

O Serviço de Protecção da Natureza do Destacamento da GNR de Guimarães procedeu ao levantamento de de dois autos de contra-ordenação, na sequência das descargas ilegais registadas no Rio Ave, no início da semana passada. De acordo com a informação que conseguimos apurar, os militares do SEPNA identificaram infracções na segunda e na terça-feira, no Lugar da Cerquinha, em Ronfe. No primeiro dia o atentado ambiental terá resultado de uma avaria na Estação Elevatória da Águas do Noroeste. Após ter identificado o problema técnico, a empresa procedeu à sua reparação.
Não muito longe daquele local, no dia seguinte, um problema verificado num colector do Sistema de Despoluição do Ave também causou um foco de poluição, motivando a abertura de um auto de contra-ordenação.
Já no final do mês de Julho, o Serviço de Protecção da Natureza do Destacamento da GNR de Guimarães procedeu igualmente ao levantamento de um auto de contra-ordenação por causa da falha num dos colectores. O problema causou um atentado ambiental no rio Ave, na zona de Campelos.
Em conformidade com a legislação em vigor, as três situações foram participadas à Agência Portuguesa do Ambiente, entidade a quem compete a fiscalização deste tipo de descargas.



em Ambiente

Marcações: Ambiente

Imprimir