Águas do Norte diz que descarga em Aldão foi originada por descarregador de tempestade

Em resposta à questões colocadas pelo Grupo Santiago, na sequência da ocorrência no Rio Selho, em Aldão, a Águas do Norte confirma a descarga, adiantando trata-se de uma situação provocada por um "descarregador de tempestade que tem por objectivo a protecção hidráulica das infraestruturas de drenagem de águas residuais em situações de afluência de caudais excessivos".
A Águas do Norte adianta que a ocorrência foi "prontamente comunicada à Agência Portuguesa do Ambiente, nos termos da legislação em vigor".
Ainda segundo a Águas do Norte este tipo de descargas são resultantes da "afluência de elevados volumes de águas pluviais provenientes das redes municipais, verificando-se em condições meteorológicas de elevada precipitação, como as que se têm verificado nos últimos dias. Acresce sublinhar que estas afluências excessivas são resultantes de ligações indevidas de águas pluviais às redes municipais de saneamento", citamos.
Ainda segundo a Águas do Ave, "a descarga cessará assim que forem normalizadas as condições de afluência ao sistema".

Marcações: Aldão, Águas do Norte, Rio Selho, descarregador de tempestade

Imprimir Email