VÍDEO: No rasto do rio Ave pelas comunidades que banha em Guimarães (1º episódio)

É a primeira reportagem dedicada ao rio Ave, numa viagem iniciada em Serzedelo e que acompanhá alguns dos locais da sua passagem pelo Concelho de Guimarães. 

Nas imediações do Parque de Lazer de Talegre, imperceptível na paisagem, o rio Selho encontra a maior linha de água que atravessa o concelho de Guimarães, numa zona inacessível, em que o arvoredo esconde os contornos do abraço que o afluente dá ao rio Ave.

Os terrenos do Parque estendem-se quase até ao local dessa união, nos limites da vila de Serzedelo com a freguesia vizinha de Gondar que curiosamente acompanha o rio Selho na margem direita e o rio Ave na margem esquerda.

O caudal reduzido permite uma maior aproximação à confluência dos dois rios, mas a densa vegetação torna o remate do rio Selho no Ave quase imperceptível entre os rochedos que durante o inverno ficam cobertos e sujeitos à violência da corrente que tudo arrasta.

Nas zonas ribeirinhas, os terrenos agrícolas são férteis e mantêm legados patrimoniais seculares, como a ponte romana do Soeiro, que agora integra o Trilho das 3 Capelas.

No Selho, como no rio Ave, a qualidade da água não passa despercebida: o tom acastanhado e a espuma levantam a suspeita dos efluentes lançados directamente ao curso de água a montante das estações de tratamento de águas residuais...

Do Parque de Lazer Calça Ferros, em Pedome, já em Vila Nova de famalicão, pode-se mais facilmente apreciar esse sintoma da doença que durante décadas esteve associada ao rio Ave. A poluição não é como era, mas o rio está longe da desejada regeneração, apesar dos esforços de algumas comunidades em limpar as suas margens.

Procurando rasto do Ave na paisagem e na vida das gentes, por Gondar, na Ponte de Serves, pode-se facilmente constatar que o lixo que o inverno arrastou ficou exposto ao sol quente deste verão.

Em Brito, onde repousam os vestígios dos pontilhões, o meio aquático já inspira alguma confiança para actividades de desporto e lazer, apesar da água não convidar a banhos que poderiam ser retemperadores nestes dias de calor.

 

em Ambiente

Marcações: Brito, Serzedelo, Rio Ave, Gondar, Pedome

Imprimir