Tiago Batista apresentou o livro «Sinapse, Eu e o Mundo»

Alberto Caeiro, ou como quem diz Fernando Pessoa, foi muito da inspiração daquilo queTiago Batista escreveu.

'Preciso despir-me do que aprendi. Desencaixotar minhas emoções verdadeiras. Desembrulhar-me e ser eu! Uma aprendizagem de desaprendizagem...'. Esta é só uma frase no meio de milhares que continuam a inspirar gerações. Há escritores que nunca morrem, pois por mais anos que passem o legado deixado é demasiado rico para se dissipar.

Um estudante de medicina, natural de Guimarães, que tem veia para a escrita decidiu compactar os seus pensamentos num livro de poesia que intitulou de «Sinapse, Eu e o Mundo» O livro fala da forma que alguém visualiza o mundo.

Veja as imagens da apresentação do livro na BIGGERmagazine!

em Bigger

Marcações: Livro, Tiago Batista, Sinapse, poesia, Eu e o Mundo

Imprimir