PUB: Estudantes belgas rendidos aos encantos de Guimarães

Quase uma centena de alunos belgas vão ter este ano a oportunidade de aperfeiçoarem competências formativas, integrados em empresas e instituições sociais da nossa região.

Os estágios com a duração média de um mês são concretizados ao abrigo do programa Erasmus+, permitindo aos jovens que frequentam o ensino profissional naquele País o contacto com a realidade do Vale do Ave, numa experiência de mobilidade que será sempre inesquecível.

Cumprindo o espírito do projecto que procura promover o desenvolvimento de uma Europa do conhecimento através da internacionalização e da excelência do ensino, em 2016, a Fédération Wallonie-Bruxelles estabeleceu uma parceria com a Arts & Skills (A&S) no sentido de garantir as condições para o acolhimento de estudantes belgas que pretendem fazer estágio em empresas portuguesas através do Programa Erasmus+.  

Esta parceria que envolveu igualmente o Ministério da Educação belga tem assegurado uma oferta variada de oportunidades formativas em diversas áreas de actividade, facilitando aos  alunos uma valorização das suas competências e o alargamento do seu horizonte cultural.

A língua francesa não constitui obstáculo para a integração dos jovens que, em função do seu percurso formativo, tanto podem ser colocados num atelier de alta costura, como nas oficinas de um concessionário de automóveis ou de uma grande empresa industrial, na cozinha de uma instituição social ou de um restaurante, ou até no balneário de uma estância termal.

A diversidade económica existente no Vale do Ave e a receptividade das empresas para o acolhimento dos alunos são apontadas como mais-valias do projecto, em que participam três dezenas de professores para a verificação das evidências formativas. Está assim a surgir uma geração Erasmus+ na Bélgica com forte ligação à cultura portuguesa, graças à cooperação e à partilha de experiências permitidas pelo programa.

em Bigger

Marcações: Guimarães, erasmus, belga, francês

Imprimir