Rogério Mota é o mentor do CWAY - passadeiras inteligentes

 

De acordo com o relatório mais recente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, mais de 15 pessoas são atropeladas todos os dias em Portugal. Só nos primeiros três meses deste ano foram registados 1309 atropelamentos. Deste total, 26 perderam a vida e outras 88 sofrerem ferimentos graves.
Em 2018, morreram 100 pessoas atropeladas, um aumento de quase 20 por cento face a 2017, ano em que se registaram 81 vítimas mortais. Grande parte dos atropelamentos acontecem ao anoitecer, altura em que também o tráfego automóvel e pedonal aumentam. Não esquecendo outros factores para este tipo de sinistralidade como a fadiga, o stress, visibilidade reduzida, distração e o menor cuidado por parte dos peões e automobilistas.
Estes números tendem a aumentar se não forem tomadas medidas.
O vimaranense de Rogério Mota, de 39 anos, encontrou a solução ao criar o CWAY.

Se ficou curioso e quer saber mais sobre este sistema que vai ajudar a evitar os atropelamentos veja a BIGGERmagazine de Maio!

 

em Bigger

Marcações: CWAY, Rogério Mota, passadeiras inteligentes

Imprimir