Cruz Rosinha 'Salgado' abrilhantou as Festas das Cruzes em Serzedelo

 

Ninguém consegue situar no tempo o início desta festa tão popular e mobilizadora dos serzedelenses. Desde há séculos que no primeiro fim-de-semana de Maio Serzedelo ganha outra cor e os rostos das suas laboriosas gentes abrem-se em orgulhosos sorrisos de quem cumpriu com a tradição herdada dos seus pais que, por sua vez, tinham herdado dos seus antepassados. A característica principal desta festa é a exposição de 16 cruzes, de dois metros de altura, ornamentadas a flores e que ficam patentes ao público durante os festejos, para gáudio dos cidadãos locais e forasteiros que acorrem àquela Vila vimaranense em festa.
16 famílias, cada uma com o encargo de ornamentar a sua cruz, afanam-se nesse trabalho que passa de pais para filhos e, assim, se pode manter na mesma família durante séculos.
Como seria materialmente impossível fazermos reportagem sobre todas as bonitas cruzes produzidas e expostas, escolhemos uma delas, a Cruz Rosinha 'Salgado'.

Conheça como esta tradição passou de geração em geração na BIGGERmagazine de Junho!

 

em Bigger

Marcações: Festa das Cruzes

Imprimir