BIGGER: Marta Joana Alves foi uma infectada com Sars-CoV-2 (COVID-19)

 

Era uma vez um vírus chamado COVID-19. Ele é o vilão da história.

Marta Joana Alves a princesa que foi infectada. Mas esta história não tem príncipe para salvar a donzela em apuros.

Tem 37 anos, é vimaranense e por conta da profissão já viajou de Norte a Sul do País. Agora está sediada numa agência bancária na cidade Invicta onde está colocada há algum tempo.

Também a vida pessoal encontrou no Porto o seu espaço e é pela capital do Norte que pretende continuar.

Só a mãe continua a viver no Berço e não têm sido momentos nada fáceis dado o isolamento profilático obrigatório. Tem mais três irmãos, mas também eles evitam visitar a mãe. Marta não pode mesmo, pelas razões óbvias, e os irmãos têm receio. Então falam uns com os outros através de videochamadas.

Acredita ter sido infectada a 29 de Fevereiro aquando de um jantar de aniversário, na Praia da Luz na Foz do Porto, onde estariam presentes cerca de 50 pessoas. A cadeia de transmissão terá iniciado através de um convidado que tinha estado numa feira em Itália.

Continue a ler através do link abaixo:

 https://www.calameo.com/read/0038644236bcf521d705d

 

Marcações: coronovírus, covid-19, testemunho, marta alves, infectada

Imprimir Email