Rubrica Bons Pais, Bons Filhos: Estórias de Contar

 

As estórias são barcos que dão para muitas viagens, e são uma ferramenta valiosa para fortalecer vínculos entre pais e filhos! Uma boa estória deve encantar, prender a atenção, falar
de coisas e casos interessantes que tenham relação com a vida e com o nível de compreensão dos seus filhos, trazer novidades, incentivar a imaginação e desenvolver o espírito crítico; é ter a curiosidade respondida a tantas perguntas, é descobrir outros lugares e outros tempos; é sentir as emoções à flor da pele, aprender a lidar com limites, encontrar soluções para os problemas, vencer desafios, desenvolver diversas formas de linguagem, ampliar o vocabulário, formar o carácter e a confiança do seu filho. Este hábito exercita a proximidade e auxilia pais e filhos a construírem, em conjunto, um ambiente de confiança e contacto, principalmente em famílias com a vida diária mais preenchida.

Vamos embarcar nesta viagem das estórias de contar? Deixo-lhe algumas dicas…
‒ Pode ser uma alternativa de lazer saudável e repleta de contacto humano para os mais novos;
‒ Pode substituir momentos em frente à televisão, computador ou jogos eletrónicos, principalmente à noite;
‒ Antes da hora deitar contar uma estória, pode acalmar e até facilitar a rotina do horário de dormir, contribuindo para uma boa noite de sono;
‒ Para deixar o momento mais interessante experimente, algumas vezes, deixar o seu filho ser o narrador da estória;
‒ Ler com antecedência a estória, antes de a contar ao seu filho, é um ótimo truque para saber quais serão os momentos mais importantes da mesma, dando um tom especial ao conto;
‒ Pode contar uma estória à noite na beira da cama, debaixo de uma árvore em dias de sol, ou ser contada por toda a família num momento onde todos estejam presentes;
‒ Para variar esta atividade, aposte em músicas, sons de instrumentos musicais ou crie ainda um teatrinho para contar a estória;
‒ Estórias com o final livre ou diferentes tipos de final exercitam a criatividade, deixando-as mais emocionantes também.

Ouvir e contar estórias é viver muitas vidas! E quantas mais vidas vivermos, mais humanos nos tornamos; e quanto mais humanos formos, melhor será o mundo em que vivemos! E hoje, mais do que nunca, é urgente acreditar num futuro mais feliz!

Carla Oliveira, Coordenadora Técnica e Assistente Social do CAFAP do Centro Juvenil de S. José

 

Marcações: bons pais bons filhos

Imprimir Email