Rubrica Bons Pais, Bons Filhos: O sono é bom conselheiro

 

Diz a sabedoria popular que “dormir é meio sustento” e que “deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer”. Se passamos cerca de um terço da nossa vida a dormir, o sono é um dos fatores mais determinantes e mais presentes na vida do ser humano, sendo essencial durante as fases do crescimento infantil.
Para um bom desenvolvimento físico, cognitivo, comportamental e emocional da criança, é fundamental que as rotinas estejam bem definidas e sejam cumpridas, incluindo a rotina de
sono.

É muito importante que as crianças e adolescentes tenham bons hábitos de sono e descansem as horas necessárias recomendadas, que em muito vão contribuir para o seu processo de crescimento, desenvolvimento e aprendizagem:
‒ Até aos 12 meses o bebé dorme cerca de 16 horas por dia;
‒ Entre 1 e os 2 anos, de 11 a 14 horas;
‒ Dos 3 aos 5 anos, entre 10 a 13 horas;
‒ Entre os 6 e os 13 anos, de 9 a 11 horas;
‒ Dos 14 aos 17 anos, entre 8 a 10 horas.

Se por um lado, um sono insuficiente ou de baixa qualidade provoca nas crianças uma maior irritabilidade, impulsividade, mau-humor e uma menor concentração, por outro lado, a fadiga nos pais pode conduzir a mudanças no humor, conflitos no casal e práticas educativas menos eficazes.

Fique com algumas estratégias que podem ajudar a estabelecer regras de sono nos seus filhos:
‒ Estabelecer um horário regular da hora de deitar e levantar de acordo com as horas de sono recomendadas;
‒ Estabelecer rotinas para dormir com atividades agradáveis e calmantes como tomar banho, vestir o pijama, lavar os dentes ou ler um livro;
‒ Evitar a sensação de fome ou enfartamento antes de deitar;
‒ Evitar alimentos ou bebidas estimulantes depois da hora do lanche, como chocolate e refrigerantes;
‒ Praticar atividade física durante o dia;
‒ Criar um ambiente adequado para adormecer, silencioso, com luzes baixas e temperatura amena;
‒ Evitar a utilização de dispositivos eletrónicos durante a noite, como televisão, computadores, e telemóveis.

Tal como os adultos, as crianças cansadas ficam mais rabugentas e irritáveis. O sono e as sestas
permitem recarregar as energias para as rotinas diárias, sendo importante aplicar e adquirir bons comportamentos de sono na infância para prevenir o aparecimento de perturbações do sono e as consequências negativas de um sono inadequado.

Tiago Borges, Diretor Executivo do Centro Juvenil de S. José

 

Marcações: bons pais bons filhos

Imprimir Email