Rubrica Bons Pais, Bons Filhos: Iluminar o Natal

 

Ah, o Natal!

O Natal está a chegar, apesar de, este ano, não lhe estarmos a dar a mesma atenção de outrora. Algo lhe roubou o protagonismo.
Depois de muita espera, o dia de ver o 'Pai Natal', de trocar presentes, de reunir a família e de comemorar, chegou, apesar de todos sabermos, que no presente ano, teremos de o fazer de forma ligeiramente diferente, mas de uma forma igualmente luminosa.
Dezembro é por tradição, a época mais cintilante do ano. Há nesta altura, um clima diferente no ar, temos as mãos estendidas ao outro, um sentido de amor ao próximo, e existem brilhos por todo o lado. Nas ruas, casas e lojas, as luzes piscam entre cores e formas, convidando-nos à celebração. Tudo faz lembrar o Natal… os enfeites, os presépios, os pinheirinhos cintilantes, no entanto, o meu pinheirinho, este Natal, irá ser diferente. Armei-o na sala do meu coração, entre o real e o imaginário. No meu pinheirinho coloquei bolinhas e luzes coloridas, que representam, cada uma delas, uma pessoa, um amigo, um familiar com os quais não vou poder estar neste Natal tão conturbado, mas igualmente especial. É importante que nos lembremos, e apesar de todas as adversidades, que mesmo que não consigamos estar juntos, esta é uma época onde se salienta a importância do amor em todas as suas manifestações: dos pais para com os filhos, dos filhos para com os pais, do marido para com a mulher, do namorado para com a namorada, e dos Seres Humanos em geral.
É uma altura de magia!
Ver as luzes de Natal mexe sempre com a criança que existe dentro de cada um de nós. Elas iluminam e encantam, trazendo um colorido especial às realidades, que durante todo o ano, se foram tornando comuns e opacas, muito por culpa das rotinas do dia-a-dia de cada um de nós.
E que falta fazem as luzes!
O espírito de Natal é o espírito do amor, da generosidade e da bondade. Ele ilumina a janela da imagem da alma onde, cada um de nós vai dando primazia às pessoas em detrimento das coisas. E que falta irão fazer as pessoas neste Natal!

No entanto, e apesar dos tempos difíceis que atravessamos, nunca nos devemos esquecer, de neste período, e durante todo o ano,
- Abrir o coração;
- Sonhar;
- Desejar;
- Amar;
- Sorrir;
- E ser Feliz!
Só assim ficaremos bem..

Célia Ferreira, Mediadora Familiar do CAFAP do Centro Juvenil de S. José

 

sexta, 27 novembro 2020 16:13 em Bigger

Marcações: bons pais bons filhos

Imprimir