Almor Vaz em entrevista ao GUIMARÃES DIGITAL

"Ainda não é a altura certa para o Francisco de Holanda passar a ser gerido por uma Direcção". A opinião é defendida pelo responsável da Comissão Administrativa do Xico. Almor Vaz assegura a continuidade do Xico, mas dentro do actual sistema de gestão. Quanto à sua permanência à frente do clube, aquele dirigente é claro: "Se os sócios quiserem, estou disponível para continuar. Aliás, não fazia sentido sair agora, depois de termos colocado navegável este barco", metaforizou. O responsável da Comissão Administrativa dos 'escolares' defende, por outro lado, que as forças vivas do Concelho terão de "continuar a colaborar" com o Francisco de Holanda, apesar do cenário financeiro ser nesta altura mais animador. "Desta vez, a saúde financeira do clube está mais estável, mas ainda não recuperamos totalmente da queda que foi dada por anteriores elementos", salvaguardou. Assembleia Geral à vista Quase a completar um ano à frente da Comissão Administrativa do Xico, Almor Vaz entende ser importante continuar a apostar neste modelo de gestão, antes de partir para a constituição de uma Direcção. No final deste mês, o Francisco de Holanda reúne em Assembleia Geral para avaliar o primeiro ano de gestão de Almor Vaz. Um dado revelado ao GUIMARÃES DIGITAL pelo próprio presidente da Comissão Administrativa.

em Desporto

Marcações: Desporto

Imprimir