VITÓRIA - Inácio revoltado com advogados do clube

"Estou a lidar com amadores." A afirmação é de Augusto Inácio, treinador do Vitória. Inácio refere-se aos factos que estiveram na base da suspensão de Cléber para o jogo com o Braga para a Taça de Portugal. O brasileiro terá de cumprir um jogo de castigo por alegadamente ter cuspido em Capucho no jogo com o Porto. Inácio irritou-se porque no seu entender é um caso de incúria em primeiro grau. "Parece que aqui dentro há gente a trabalhar para os outros", diz Inácio.
A situação explica-se muito facilmente. A Comissão Disciplinar da Liga abriu um inquérito a Cléber na sequência desse incidente, só que Capucho acabou por facilitar as coisas dizendo que o defesa do Vitória não lhe cuspiu ostensivamente e considerou o lance como normal. O problema é que, ao mesmo tempo, o Departamento Jurídico do Vitória admitiu à Liga que Cléber cuspiu em Capucho, ajudando a incriminar o seu próprio jogador. Inácio está revoltado e diz que Pimenta Machado tem que analisar esta situação.
Mais grave ainda, segundo o treinador, é o facto de nem ele nem Cléber terem sido ouvidos pelo Departamento Jurídico do Vitória quando foi processada a defesa. Em resumo, Inácio diz estar a lidar com amadores que remam para o lado dos outros.

em Desporto

Marcações: Desporto

Imprimir