Ivo Vieira: "Vitória vai correr desalmadamente para tentar igualar o número de pontos que temos"



Em dia de aniversário, Ivo Vieira esteve na sala de imprensa do Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas para fazer a antevisão do jogo com o Vitória.

O treinador do Moreirense destacou a vontade de somar mais três pontos no dérbi, que permitiriam à equipa cimentar o 5.º lugar.

Que armas pode apresentar o Moreirense para vencer o Vitória: “Temos de estar focados naquilo que podemos fazer, independentemente do que existe à volta do jogo entre dois clubes vizinhos, em que há pessoas que gostam dos dois clubes. Temos uma tarefa, que é lutar para somar pontos. Estamos conscientes que vamos defrontar uma equipa muito boa, muito bem orientada. O Luís é uma pessoa que admiro imenso, é um senhor no futebol, um grande homem. O que está por fora só nos vai trazer mais dificuldades, porque é um campo em que está sempre muita gente, um publico que puxa pela equipa, o que é uma contrariedade para nós. Estamos preparados para o ambiente, para a qualidade do Vitória. Temos de acreditar no que vamos fazer para o jogo, porque só faz sentido pensar na conquista dos três pontos. Vai ser um jogo difícil. Mas não vamos virar a cara à luta."

Momento desportivo pode ter peso: “Os que estão melhor classificados têm um maior desafogo e jogam com mais confiança e liberdade. Estamos à frente, já estivemos atrás e nunca sofremos com essa pressão. Não acredito que o Vitória vai sofrer com essa pressão, mas vai correr desalmadamente para tentar igualar o número de pontos que temos. Temos de fazer pela vida para manter ou aumentar a nossa vantagem. Um resultado negativo não coloca em causa o nosso trabalho e um positivo não nos leva a colocar em bicos de pés.”

Pressão extra para manter o 5.º lugar: “Os jogadores estão sempre pressionados, pelo menos por mim, para ganhar todos os jogos, não para ocupar este espaço na tabela. Vamos lutar jogo a jogo para ganhar, no fim vamos ver o lugar que conquistamos. Não é uma situação que nos coloque pressão ou responsabilidade, porque temos meta traçadas desde o início da época. Se vencermos este jogo mantemos o lugar na tabela, não há mais pressão nem admitiria isso."

Candidatura ao licenciamento para disputar competições europeias: “Não tenho conhecimento dessa situação. Isso não me acarreta mais responsabilidade. Vamos lutar todos os jogos para ganhar, se pudermos acabar neste lugar seria excelente. Nunca deixamos de lutar e acreditar por isso. A Direcção é que tem de tomar esse tipo de iniciativa, se o fez foi por sua iniciativa. Se ganharmos todos os jogos, como nos propomos, não vamos ficar abaixo do 5.º lugar, mas vai ser muito difícil."

Atacar lugar acima na classificação: “Não dá para chegar ao 4.º porque a diferença de pontos não dá para isso. No mínimo, queremos trabalhar para manter o 5.º. Não há qualquer treinador que no meu lugar quisesse lutar para ficar em 6.º ou 7.º, porque jogamos para ganhar. É uma utopia falar do 4.º. Manter este lugar já é uma tarefa árdua, quanto mais perspetivar outros lugares. Temos consciência do que podemos fazer e o que valemos é o que temos feito. Não somos invencíveis e todas as equipas têm momentos menos bons."

Reconhecimento pessoal com esta campanha: “O mérito do trabalho feito, sob a minha orientação, é dos jogadores. Tive uma infelicidade na carreira na época passada, cheguei tarde a uma equipa que tinha seis pontos e a média de pontos que conseguimos valia a manutenção, mas assumo essa responsabilidade. Já treinei juniores e fiz 3.º e 4.º lugares, consegui uma ida à Liga Europa com o Nacional, uma final da Taça da Liga com o Marítimo e coloquei-os lá mais uma vez com uma vitória no Dragão por 3-1. No Aves, a equipa acabou por subir de divisão, na Académica o percurso foi ascendente e saí nos lugares cimeiros. Se o reconhecimento vem tarde, não sou eu quem deve opinar. O momento é que dita o futuro do treinador. O reconhecimento não é o fundamental, mas sim o acreditar no que fazemos. Para mim, o mais importante é que se amanhã deixar o futebol terei alguém para me convidar para almoçar, vai acontecer-me isso com muita gente. As pessoas são mais importantes."

Marcações: dérbie, Vitória Sport Clube, Moreirense Futebol Clube, Ivo Vieira

Imprimir Email