Campelos vai construir relvado sintético no campo José Maria Machado Vaz



O Campelos vai construir um relvado sintético no campo José Maria Machado Vaz, tendo garantindo ainda o apoio da Câmara Municipal de Guimarães para reabilitar e ampliar os balneários, além da substituição do sistema de iluminação.

A obra começa no final da época desportiva, em Maio, depois do Campelos ter assegurado o financiamento de 200 mil euros por parte da Edilidade, subsídio que deverá ser levado a votação numa das próximas reuniões do Executivo Municipal. A boa notícia foi transmitida à Direcção do Campelos pelo presidente da Câmara, Domingos Bragança, que teve a companhia do presidente da Junta de Freguesia de Ponte, Sérgio Castro Rocha.
Para o presidente do Campelos, José Pimenta, a construcção do relvado sintético no campo José Maria Machado Vaz “é a concretização de um sonho de muitos anos.” “Somos um dos clube mais antigos do Concelho e finalmente vamos ter condições condizentes com esse estatuto”, disse o dirigente ao DESPORTIVO de Guimarães. O Campelos pretende iniciar a obra no final da época, estando de pé a possibilidade de já nem disputar o último jogo em casa, para que possa estar concluída no Verão, a tempo do arranque da temporada 2019/2020.

Apesar de ter garantido o apoio para reabilitar o campo José Maria Machado Vaz, o Campelos “tem o compromisso” que poderá igualmente utilizar as infra-estruturas da futura Vila Desportiva de Ponte, que está projectada para ser construídas nos próximos anos. Por isso, ao contrário do que chegou a estar planeado, o campo não será aumentado. “O Presidente da Junta tem-me pedido para continuar em funções no clube, porque quer que o ajude a levar para a frente este sonho. A Vila terá condições muito boas, que podem ser utilizadas por muitas instituições, como o Vitória. Por isso, tenho feito este sacrifício de me manter na presidência do Campelos, apesar do desgaste que causa”, afirmou ao nosso jornal.

Além do Campelos, há mais clubes na calha para receber o apoio da Câmara Municipal de Guimarães. O Gonça e o Fórum de Airão são os que ainda têm campos de terra batida, pelo que são os mais fortes candidatos a ter uma verba de 200 mil euros para dotarem as respectivas infra-estruturas com relvados sintéticos. O Desportivo de Ronfe tem a garantia de que receberá um subsídio para substituir o degradado relvado sintético do seu recinto desportivo.

Marcações: Câmara Municipal de Guimarães, Campelos, relvado sintético

Imprimir Email