"Somos uma equipa muito honesta, muito digna, muito profissional", afirma Luís Castro, em resposta a críticas de director do FC Porto



Luís Castro não se furtou a comentar as declarações do director de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, que no rescaldo do jogo do passado domingo colocou em causa a gravidade da lesão de Alexandre Guedes, transportado ao hospital, e o empenho do Vitória, por comparação com a recente recepção ao Benfica.

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Tondela, o treinador do Vitória foi questionado sobre o tema. Primeiro, Luís Castro disse “estar consciente do fenómeno em que estou envolvido. Se pergunta se me espantei? Não! Não me espanto com dificuldade, nem me sinto incomodado com nada”. Depois, apresentou os seus dados: “Somos uma equipa muito honesta, muito digna, muito profissional, que vai a jogo com muita satisfação, gostamos de jogar. Fizemos uma média de 57 minutos de tempo útil, que é o tempo útil do FC Porto nos últimos 10 jogos, entroncamos directamente na média do FC Porto. Fomos uma equipa que ao longo do jogo se dedicou por completo, revelou algumas dificuldades porque estávamos a jogar com um adversário poderoso. Observei as imagens dos guarda-redes, das suas acções, tudo normal. Qualquer das equipas procurou sair a jogar por trás, mas as duas procuraram obstaculizar a que isso não fosse conseguido. Infelizmente, tivemos uma lesão do Guedes ao longo do jogo, o FC Porto também infelizmente teve uma lesão do Marega no jogo, lesões que levaram a algum tempo de assistência. O Guedes e o Marega, à semelhança dos outros que estiveram em campo, são muito honestos, muito determinados, muito dignos a defender a sua profissão. Infelizmente para o Marega o tempo de paragem dele vai ser maior do que o do Guedes, que já está a treinar connosco porque o traumatismo não foi muito forte. As declarações são responsabilidade de cada um que as profere. Não me causa estranheza este mundo em que estamos inseridos no futebol, em que vivemos episódios todos os dias. Foi só mais um.”

Marcações: Vitória Sport Clube, FC Porto, Luís Castro, Francisco J. Marques

Imprimir Email