Ivo Vieira: "Vão levar connosco até ao fim na defesa do 5.º lugar"



O treinador do Moreirense. Ivo Vieira, abordou o jogo com o Chaves, da 30.ª jornada da 1.ª Liga, numa conferência de imprensa que teve lugar esta sexta-feira de manhã.

Jogo com o Chaves, que luta pela permanência: “Faz todo o sentido que as equipas que não estão confortáveis fazerem de cada jogo o jogo de uma vida. Estamos preparados para esse embate, sabendo que o Chaves tem valores individuais e colectivos. O plantel que ostenta não reflete a situação na tabela. As equipas por vezes caem em posições pouco confortáveis, mas não deixam de ter valor. Vamos ter um adversário muito competitivo, a procurar pontos para sair do lugar em que está. Mas, também temos os nossos objectivos, as nossas armas. Vamos procurar jogar para ganhar diante de um adversário muito competitivo. Temos de ser muito competitivos e concentrados para somar um resultado positivo. O Chaves vai tentar provocar-nos erros

Que mensagem para os jogadores nesta fase da época: “Os recordes, as metas, têm passado ao lado. O meu foco não são os recordes. O desempenho dos atletas tem sido muito bom, as coisas vão acontecendo de forma natural, atingindo novos patamares, isso é de forma natural, mas não de forma obcecada. Queremos mais para valorizar o clube, os atletas, por aquilo que trabalham e somos como grupo. Quando acreditamos na forma de jogar, as coisas acabam por acontecer naturalmente."

Nesta altura da época. perder o 5.º lugar seria fracasso face aos quatro pontos de avanço?: “Já assumi que à medida que fomos cimentando este lugar – em, 11 jogadores estivemos 10 no 5.º lugar -, íamos lutar por este lugar, porque sinto que temos capacidade para o defender. Não vai ser decepcionante nem frustrante não conseguir ficar no 5.º lugar. Mas, há uma certeza, vão levar connosco até ao fim na defesa do 5.º lugar. Há equipas mais bem apetrechadas do que nós, nas o que temos feito mostra que somos mais competentes e mais competitivos que os outros. Não são os nomes que ganham, mas sim uma ideia de jogo.”

A estreia de Nuno Macedo, o 3.º guarda-redes: “Tivemos a infelicidade da lesão de um guarda-redes, ficamos limitados. Temos dois, mais um júnior. Não estava à espera de passar por esta situação, mas quem, tem jogado tem dado uma resposta muito boa. O Trigueira fez jogos fantásticos com o Portimonense e Sp. Braga, o Macedo deu uma resposta muito boa quando entrou nos Açores. É um jogador que veio da formação, que procuramos valorizar. Tivemos no banco o Iddriss e o Marcelo, que temos de valorizar. Não é porque as coisas estão a correr bem que está tudo bem. Podíamos ter feito melhor, preparar melhor as coisas para ter mais estabilidade e mais consistência nesta época. Podíamos ter feito mais e melhor. Temos de ter responsabilidade e temos de tomar as decisões correctas. Não podemos esquecer o que está para trás e pensar que o futuro tem de ser assim, da mesma forma. O futuro tem de ser com mais sustentabilidade para o crescimento do clube."

Como se consegue ser competitivo: “Acredito muito no meu trabalho, os jogadores acreditam na ideia que lhes passo, eles interpretam-na quase na perfeição e isso traz resultados. A equipa tem identidade, os processos estão bem adquiridos. É sinal de trabalho e competência dos jogadores. Mais do que fazer é preciso acreditar naquilo que se faz e eles acreditam muito."

Marcações: Moreirense Futebol Clube, Ivo Vieira

Imprimir Email