Miguel Pinto Lisboa eleito Presidente da SAD e Mário Ferreira deixa de ter representantes

A Assembleia Geral da SAD do Vitória reuniu esta quarta-feira, tendo Miguel Pinto Lisboa, como se esperava, sido eleito novo Presidente da Sociedade. Mas a grande novidade prende-se com o facto de Mário Ferreira deixar de ter representantes no Conselho de Administração. O accionista maioritário fez uma declaração de voto em que sublinhou que era sua intenção passar a ter dois elementos, mas ao longo da campanha eleitoral cedo percebeu que isso não seria exequível. Desse modo, e como pretende "continuar a ajudar o Vitória", aceitaria a proposta do novo presidente que preconiza que o Conselho de Administração passe a ter apenas três elementos: Miguel Pinto Lisboa como presidente e Alberto Martins e Fernando Marques como vogais - ambos ligados à área financeira.

O Revisor Oficial de Contas continua a ser Carlos Cunha. A proposta feita pelo recém empossado presidente do Vitória seria aprovada por maioria.Já Gustavo Ribeiro foi eleito como novo presidente da Assembleia Geral da SAD, sucedendo a Daniel Rodrigues, tendo António Pacheco como vice-presidente. 

Noutros pontos da ordem de trabalhos, referência para a eleição de José António Antunes (Presidente da Assembleia Geral do Clube) para o cargo de Presidente da Comissão de Vencimentos e para a aprovação, também por maioria, de uma proposta do Conselho de Administração, tendo em vista a distribuição de um montante correspondente a 3% do resultado líquido de cada exercício, mediante critérios da definir entre administração e uma comissão representativa dos funcionários a constituir para o efeito.

Na Assembleia Geral Júlio Mendes, que participou pela última vez enquanto Presidente da SAD, divulgou que o exercício do último ano, já fechado, apresentará um resultado líquido positivo de 1,2 milhões de euros.

em Desporto

Imprimir