Ivo Vieira: "Temos de ser determinados e lutar pelo que acreditamos"



Ivo Vieira esteve este domingo na sala de imprensa da Academia do Vitória para fazer a antevisão do jogo com o Feirense, da 2.ª Fase da Taça da Liga, que se disputa esta segunda-feira, pelas 19h45.
O técnico mostrou um discurso ambicioso para esta competição, numa semana em que o Vitória disputa três jogos para três competições distintas.

A eliminação de várias equipas da 1.ª Liga serve de aviso?: “Nem pouco mais ou menos. Temos é de estar concentrados no jogo, ser determinados e lutar pelo que acreditamos. Não nos podemos reger por aquilo que aconteceu aos outros. As equipas da 2.ª Liga são muito competitivas, o Feirense estava na 1.ª Liga na época passada, mantém uma estrutura com alguns jogadores da época passada. São equipas competitivas, que se galvanizam com adversários de escalão superior. Temos de estar preparados para isso em termos mentais. Mesmo num espaço muito curto preparamos o jogo da melhor forma e vamos lutar por aquilo em que acreditamos."

Calendário sobrecarregado: “A questão das lesões é uma realidade, estamos a trabalhar arduamente para recuperar os atletas o mais rápido possível. O número de jogos não me assusta, nem pouco mais ou menos. Temos um plantel em que acreditamos, vamos para a luta, ser competentes, jogar para ganhar com todos os adversários. Estamos numa fase prematura, mas a equipa deu uma resposta muito aceitável nos dois primeiros jogos. Vamos tentar dar continuidade.”

Mudanças no 11: “Com toda a lógica, haverá alterações. Que fique bem vincado que não tem a ver com o número de jogos ou gestão. Tem sim a ver com o processo de treino em que acredito e com as oportunidades que se devem dar aos atleta, fazendo-lhes sentir a todos que podem ter espaço na equipa. As alterações têm a ver com as oportunidades que os atletas devem ter. Todos deram boa resposta no período preparatório, agora é uma forma de sentir com o que podemos contar. É uma questão de oportunidade e rendimento, os que tiveram mais rendimento e acrescentarem mais à equipa é que vão dar seguimento ao processo de jogo.”

Avaliação ao Feirense: “É uma equipa muito forre em transição, que procura muito a profundidade, nem organizada. Já percebemos o que teremos pela frente, vamos tentar tirar vantagem com bola.”

Welthon na equipa B: “É uma questão que está a ser tratada em termos directivos. Está a treinar na equipa B, neste momento não faz parte do plantel.”

Número de reforços desejados: “É difícil contar os dias de jogo para jogo, quanto mais reforços. Estamos muito satisfeito com o que temos. Gosto de trabalhar com o que tenho, os jogadores têm dado resposta cabal. É uma realidade que mais à frente há necessidade mais um ou outro atleta, estamos a trabalhar para não falharmos. Não vamos acrescentar por acrescentar mas para sermos mais competitivos.”

Conversa do presidente com o plantel: “Pediu coisas muito naturais, da identificação que este povo tem. Rigor, disciplina, acreditar no trabalho do dia a dia. Exigência, compromisso e luta por aquilo em que acreditamos. Se assim for, tudo o resto vai aparecer naturalmente e os jogadores serão sempre protegidos por mim.”

Alguma hierarquia nas competições: “Vamos entrar em todas para conseguir ganhar. Vamos tentar dar a vida para chegar aos nossos objectivos em cada uma delas.”

Marcações: Vitória Sport Clube, Ivo Vieira, Taça da Liga

Imprimir Email