Bruno Duarte: "Ambição do Vitória passa por ganhar Taça de Portugal



O avançado Bruno Duarte afirmou, esta quarta-feira, que um dos objectivos do Vitória passa pela conquista da Taça de Portugal.
O ponta-de-lança que o Vitória contratou no Verão abordou a actualidade do clube numa visita à EB 2,3 de Pevidém, no âmbito do Dia Mundial da Alimentação, na companhia de Rafa Soares e Neno. Além do jogo da Taça de Portugal, Bruno Duarte falou também sobre o jogo com o Arsenal, da Liga Europa, e as ambições colectivas e pessoais.

Jogo com o Arsenal da Liga Europa, dentro de uma semana: “Primeiro temos de pensar no jogo com o Sintra. A nossa equipa está a pensar apenas no próximo jogo. Num jogo grande como esse como o Arsenal vamos fazer o nosso melhor para sair de lá com um resultado positivo. É isso que vamos procurar.”

Jogo com o Arsenal não mexe com a cabeça dos jogadores?: “Acho que não porque está a ser feito um bom trabalho pela equipa técnica. Não podemos mudar a forma de pensar, independentemente de ser um jogo contra um adversário mais acessível outro mais forte. Temos de jogar de forma igual, impor o nosso futebol, e dar o melhor para conquistar uma vitória.”

Que riscos pode trazer esta viagem a Sintra?: “É um adversário que pode ser mais desconhecido, mas eles têm nove pontos no campeonato que disputa. Há riscos como em todos os jogos que são disputados. Mas, é lógico que estamos a trabalhar para não correr riscos e garantir a vitória.”

Qual a ambição do Vitória na Taça de Portugal: “A ambição é de vencê-la. Fomos campeões nesta prova em 2012/2013, chegamos a sete finais, desejamos chegar à oitava e voltar a vencer. Por quantos mais títulos pudermos lutar, sempre será melhor para o Vitória e para a carreira de todos nós.”

E a ambição na Liga:  “Quando temos a ambição de sermos campeões podemos ficar entre os cinco primeiros classificados. A nossa ambição é sermos campeões, para podermos assim almejar as posições de lá de cima.”

Essa ambição reflecte o espírito do treinador Ivo Vieira: “É a filosofia do treinador e que o plantel abraçou. Temos um plantel muito forte, competitivo, e isso está a ser muito bom para o Vitória. Acredito plenamente que esta temporada podemos lutar por títulos.”

Alternância promovida por Ivo Vieira: “Isso é óptimo. A equipa tenta sempre estar a um nível alto, isso exige mais de cada jogador. É muito bom para a equipa, só acrescenta a todos.”

Balanço pessoal numa posição com muita concorrência: “A concorrência é em todos os lugares. O segredo é dar o melhor, independentemente de onde estivermos. Estou muito feliz no Vitória, a sentir-me muito bem, fui bem acolhido pelos meus companheiros e pelos adeptos. Estou adaptado à cidade.”

Que diferenças entre os campeonatos de Portugal e Ucrânia?: “No início senti algumas diferenças, existe ao nível técnico e táctico, até mesmo o clima é diferente. Quando decidimos ser jogadores de futebol temos de estar com a mentalidade aberta para nos adaptarmos a qualquer país. No início foi um pouco difícil, mas o treinador deixa-nos muito confortáveis e tranquilos para trabalhar. Ele deu-me muitos ensinamentos que me ajudaram. Sinto que tenho muito a crescer no futebol português.”

Meta de golos para a época: “É meta é sempre buscar a 'artilharia', como todos os avançados. Não é fácil, é um trabalho árduo do dia a dia. Acredito que esta temporada vai ser muito boa para todos os pontas-de-lança do Vitória.”

Marcações: Vitória Sport Clube, Taça de Portugal, Liga Europa, Bruno Duarte, Arsenal

Imprimir Email