Moreirense e Vitória recebem subsídios da Câmara Municipal, que apoia relvados novos Gonça, Brito, Gémeos, Ronfe e Souto Gondomar



O Moreirense vai receber um subsídio de 600 mil euros da Câmara Municipal de Guimarães, a pagar em três anos, para auxiliar a construção da Vila Desportiva. Já para o Vitória serão atribuídos 330 mil euros nos próximos dois anos, para obras de beneficiação nos balneários da Academia e pavilhão.

Além disso, a Câmara Municipal de Guimarães vai apoiar a construção de relvados sintéticos em Gonça, Brito, Gémeos, Ronfe e Souto Gondomar. Na reunião da próxima segunda-feira, serão ainda votados subsídios para Guimagym e AJKP, Clube de Ténis das Taipas, Xico Andebol, CART e JUNI.

A lista de apoios à construção e requalificação de instalações desportivas é a seguinte:
Moreirense Futebol Clube: 600 mil euros - Construção da Vila Desportiva, no total de 600 mil euros, a pagar em 3 anos (200 mil euros/ano);
Vitória Sport Club: 330 mil euros - Obras de beneficiação nos balneários do complexo e pavilhão, no total de 330 mil euros, a pagar em 2 anos (165 mil euros/ano);

Desportivo de Ronfe: 200 mil euros - Relvado sintético, no total de 200 mil euros, a pagar em 4 anos (50 mil euros/ano);
Grupo Desportivo de Gémeos: 200 mil euros - Relvado sintético, no total de 200 mil euros, a pagar em 4 anos (50 mil euros/ano);
Grupo Desportivo Souto e Gondomar: 200 mil euros - Relvado sintético, no total de 200 mil euros, a pagar em 4 anos (50 mil euros/ano);
Junta de Freguesia de Gonça: Relvado sintético, no total de 200 mil euros, a pagar em 4 anos (50 mil euros/ano);

Brito Sport Clube: 150 mil euros - Relvado sintético, no total de 150 mil euros, a pagar em 3 anos (50 mil euros/ano);
Clube Desportivo de Ponte: 150 mil euros - Relvado sintético e obras na cobertura dos balneários, no total de 150 mil euros, a pagar em 3 anos (50 mil euros/ano);

Guimagym/AJKP: 399 mil e 996 euros - Reformulação de espaço para a prática desportiva, no total de 399 mil e 996 euros, a pagar em 6 anos (66 mil e 666 euros/ano);
Clube de Ténis das Taipas: 145 mil euros - Obras nos balneários e zonas de apoio, no total de 145 mil euros, a pagar em 3 anos (48 mil euros em 2020 e 2021 e 49 mil euros em 2022);
CART: 55 mil euros - Piso para o pavilhão desportivo, no total de 55 mil euros, a pagar em 2 anos;
CD Xico Andebol: 50 mil euros - Obras de beneficiação do pavilhão, no total de 50 mil euros, a pagar em 2 anos, (25 mil euros/ano);
JUNI: 40 mil euros - Obras de beneficiação nos balneários, no total de 40 mil euros, a pagar em 2 anos (20 mil euros/ano);

Além destas verbas, a Câmara Municipal vai propor a atribuição de mais 152 mil euros, para a requalificação de algumas instalações desportivas do concelho:
Ases St.ª Eufémia: 20 mil euros - Obras de beneficiação nos balneários, sala de reuniões e rouparia;
GDRC Candoso S. Tiago: 20 mil euros - Obras de beneficiação do campo de jogos; 
Águias Negras Tabuadelo: 25 mil euros - Construção de bancada no campo de jogos;
União Desportiva de Airão: 20 mil euros - Requalificação da iluminação do campo de jogos, 
CSP S. Martinho Candoso: 25 mil euros - Obras na bancada, espaços exteriores e requalificação térmica;
AD Combate KTF de Guimarães: 2 mil euros - Aquisição de tatami; 
Os Sandinenses: 20 mil euros - Obras campo de Jogos;
União Torcatense: 20 mil euros - Obras campo de Jogos;

Imprimir Email