Clube Recreativo de Candoso está disponível a um “sacrifício desportivo” para que a Liga Placard de futsal possa ser concluída



O Clube Recreativo de Candoso está disponível a um “sacrifício desportivo” para que a Liga Placard de futsal possa ser concluída esta temporada.

Tal como acontece com todas as outras competições desportivas, a Liga Placard está suspensa, sem data prevista para o seu regresso. Os 14 clubes que disputam a prova reuniram, por vídeo conferência, para debater o futuro imediato do futsal português e mostraram-se “disponíveis a um sacrifício desportivo para que as competições nacionais terminem, caso a saúde pública esteja salvaguardada”, revelou o Clube Recreativo de Candoso, em comunicado.

Na mesma nota, o clube vimaranense sublinha que os 14 clubes da Liga Placard “demonstraram um enorme sentido de união para uma resposta célere às possíveis repercussões desta pandemia”, pelo que está a ser “elaborado um documento conjunto para enviar à Federação Portuguesa de Futebol, com soluções que possam contribuir para minimizar o impacto social, desportivo e financeiro que esta pandemia irá implicar.”

“Todos os clubes da Liga Placard estão imbuídos num espírito de colaboração para que o Futsal continue forte e organizado, dentro do possível, com todos os condicionalismos que vivemos, pretendendo ser sempre parte da solução”, pode ler-se no documento da Direcção do Clube Recreativo de Candoso.

Marcações: Clube Recreativo Candoso, futsal, Liga Placard

Imprimir Email