Pevidém considera "precipitada" decisão da FPF de dar por concluídos campeonatos de formação



O coordenador do departamento de Futebol de Formação do Pevidém, Sérgio Abreu, entende que a decisão da Federação Portuguesa de Futebol de dar por concluídos os campeonatos da formação, tanto a nível nacional como distrital, foi “precipitada.”

Num comunicado colocado, esta tarde, na página oficial do clube na rede social Facebook, Sérgio Abreu começa por referir que o Pevidém percebe “perfeitamente a dificuldade na tomada de decisão”, mas ressalva que “neste momento tomar uma decisão deste género (cancelamento dos campeonatos) é a nosso ver precipitada.” “Precipitada porque na incerteza (e gabe-se a coragem da antecipação) provoca um desencadear de ações que provavelmente tomarão como certa a “morte do doente” não pela doença mas sim pela cura.”

No comunicado pode ler-se: “O Pevidém SC é um clube que apesar de limitado no seu raio de ação, tem todo o interesse em ser parceiro do melhor desenvolvimento da modalidade a nível nacional, porque apesar de trabalhar uma pequena parte, revê-se no seu todo. Tem por isso, todo o interesse tal como (e isto é apenas uma ilação) os restantes clubes de todo o nosso país que ainda estão a interiorizar esta medida, em demonstrar que o seu trabalho, apesar de possivelmente ser visto como redutor, tem um impacto demasiado grande para uma pequena comunidade que se revê nas nossas dinâmicas como as mais indicadas para os seus educandos; Não é do nosso interesse sabermos se sobem ou descem equipas da formação. Não é do nosso interesse saber se a equipa vencedora do campeonato nacional de SUB19 vai à Youth Champions League ou não. O nosso interesse é meramente formativo. Essa é a nossa missão. Que hoje, a sensivelmente três meses do seu término, e sem dados concretos para essa decisão, deu-se por terminado; Mas é do nosso interesse, quer entendam como verdadeiro ou não, todo o trabalho que estava e está a ser efetuado para mais de 150 atletas. É do nosso interesse saber se estes cavaleiros que até então estavam connosco, vão continuar connosco, mas acima de tudo se vão continuar com a prática da atividade física que hoje em dia de tão sonegada, por vezes se deixa esquecida nesta nossa missão; É do nosso interesse honrar compromissos com os mais diversos colaboradores, com os mais diversos praticantes, com os mais diversos “stakeholders.”

Por isso, adianta que no Pevidém “tudo iremos fazer para que mal retome a normalidade, seja ela em Maio, Junho, ou Setembro, sermos parte integrante da formação de centenas de jovens que adoram a nossa modalidade, o futebol. Assim informamos os nossos atletas e encarregados de educação que mal seja dada a autorização pelas entidades responsáveis, para retomar a nossa atividade, o iremos fazer (como é óbvio dentro das condições essenciais e ideais de saúde publica) com treinos, com jogos e com tudo o que é necessário para não interromper o processo formativo dos atletas. No seu tempo, no seu devido tempo faremos tudo para que a nossa missão não seja ocultada e ultrapassada por decisões meteóricas.”

Marcações: Associação de Futebol de Braga, Pevidém Sport Clube, Federação Portuguesa de Futebol

Imprimir Email