Xico Andebol sente-se "o principal prejudicado" pelo formato encontrado para a subida à 1.ª Divisão



O formato encontrado pela Federação de Andebol de Portugal para concluir a luta pela subida à 1.ª Divisão nacional desagrada ao Xico Andebol, que apesar de se encontrar no 3.º lugar da Fase Final quando os campeonatos foram suspensos não terá a oportunidade de discutir a promoção.

Com o alargamento da 1.ª Divisão de 14 para 16 clubes planeado para a próxima temporada, a Federação de Andebol de Portugal vai promover uma poule de subida com os clubes que terminaram as três zonas da fase regular no 1.º lugar, que terá lugar no fim-de-semana que antecederá o início da próxima época. Como o FC Porto B não pode subir, o Póvoa Andebol Clube será o representante da zona norte num embate com a Sanjoanense (zona centro) e Almada (zona sul).

O presidente do Xico Andebol “percebe” a decisão de dar por concluídos os campeonatos, mas entende que a solução poderia ter sido outra. “Tínhamos a firme vontade, e isso tinha sido conversado entre os clubes, que o campeonato fosse disputado até ao final, nas datas possíveis, e que os vencedores fossem encontrados em campo. Com esta decisão da federação de levar em conta os resultados da fase regular, o Xico Andebol é claramente o principal prejudicado. No caso da zona norte, não será o 1.º classificado, porque o FC Porto B não podia subir de divisão, e foi convidado outro clube. É o nosso pomo da discórdia, porque o critério não é uniforme, não podemos estar a ajustá-lo em função do interesse do clube A, B ou C. Fica o registo de que a federação teve um acto de coragem porque decidiu, mas nós somos os principais prejudicados uma vez que se fossem seis equipas para a poule final nós seríamos chamados ou se fossem os três primeiros da fase final nós também seríamos eleitos”, afirmou Diogo Leite Ribeiro.

EQUIPA TÉCNICA CONTINUA PARA A NOVA TEMPORADA
Concluída a temporada, o Xico Andebol pretende “ultrapassar os obstáculos” que possam surgir no crescimento que vinha a verificar e já está a “trabalhar no futuro.” A planificação da época está em curso e as renovações e contratações estão já “a ser estudadas”. Na entrevista ao Grupo Santiago, Diogo Leite Ribeiro anunciou a continuidade da equipa técnica, formada por Pedro Correia e Gustavo Castro. “Quando vemos um trabalho positivo e bem feito, com uma harmonia muito grande entre dirigentes, treinadores e jogadores, não podemos enjeitar esta continuidade. Naturalmente, o Pedro Correia e o Gustavo Castro serão convidados a renovar. Vamos sentar-nos à mesa para acertar o futuro.”

Marcações: Xico Andebol, Federação de Andebol de Portugal

Imprimir Email