Ricardo Soares: “Claro que gostaria de jogar em Moreira, mas não vejo como um entrave se tivermos de jogar fora"



Ricardo Soares afirmou, esta terça-feira, que “gostaria” que o Moreirense pudesse disputar no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas os últimos cinco jogos da I Liga na condição de visitado.

Em declarações à Sporttv, o treinador do Moreirense sublinhou a ideia de que “claro que gostaria de jogar cá, mas não vejo como um entrave se tivermos de jogar fora". “Se tivéssemos público nas bancadas podia ser benéfico jogar em Moreira de Cónegos, mas isso não vai acontecer”, acrescentou. Aliás, ainda sobre este tema, ressalvou a ideia de que “podia haver a possibilidade de colocar gente nos estádios. Penso que poderíamos acrescentar os adeptos à festa do futebol, dentro das normas, sem correr riscos. Era importante ter espectadores, nem que fosse apenas 20 por cento da lotação”.

O Moreirense aguarda o agendamento de uma vistoria da Direção-Geral da Saúde para perceber se pode disputar em casa os cinco jogos por realizar na condição de visitado. Inicialmente, o clube de Moreira de Cónegos acertou a mudança para o Estádio D. Afonso Henriques, por forma a não criar constrangimentos à Liga. Contudo, depois da aprovação de vários estádios, a SAD entendeu pedir uma vistoria às suas instalações. O Moreirense espera agora uma resposta da Direção-Geral da Saúde, Liga de Clubes e Federação Portuguesa de Futebol.

Ricardo Soares assumiu que o regresso aos treinos “tem sido um desafio enorme. É tudo novo e temos de ser criativos e encontrar soluções para dotar os jogadores de condições de ir a jogo para ganhar”. “Sinto os jogadores com muita vontade de reiniciar o campeonato. Estão extremamente motivados. Não posso dizer com assertividade em que nível é que estamos porque não fizemos jogos de preparação devido às contingências decretadas pela DGS. A equipa está aparentemente preparada para o regresso. Não quisemos correr riscos. Seguirmos o que foi proposto pela DGS, porque isto é para o bem comum. Trabalhamos para dar uma resposta afirmativo, sem riscos, para que todos os jogadores possam ir a jogo”, acrescentou.

Oitavo classificado na I Liga, o Moreirense está numa situação que “permite alguma estabilidade na classificação”, mas Ricardo Soares pretende algo mais. “Somos ambiciosos e queremos fazer mais e melhor. Os jogadores têm noção da sua qualidade e competência, principalmente da sua grande capacidade de trabalho. Estes três factores são importantes para continuarmos a evoluir, porque vejo uma margem de crescimento muito grande para esta equipa. Queremos lutar pela melhor classificação possível. Estamos no 8.º lugar, vimos de seis vitórias consecutivas, e queremos continuar a ganhar com um futebol positivo. Temos muitas razões para acreditar que podemos fazer coisas muito boas até ao final do campeonato. Os jogadores têm qualidade, o clube é estável. Esta equipa ainda tem uma margem de progressão muito grande”, disse.


em Desporto

Marcações: Moreirense Futebol Clube, Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas

Imprimir