Ricardo Soares: "Vamos à Luz com o intuito claro de somar pontos"



Ricardo Soares espera que o Moreirense consiga somar pontos no encontro com o Benfica, da 2.ª jornada da I Liga, marcado para este sábado, às 18h30. Na antevisão da partida, depois do derradeiro treino da semana, o técnico do clube de Moreira de Cónegos vincou a ideia de que a sua equipa vai ao Estádio da Luz com a missão de surpreender o Benfica.

O Moreirense vem de dois anos a pontuar na Luz. Que expectativas tem para este jogo?: “Vamos com o intuito claro de somar pontos, sabendo que é extremamente difícil. Os anos anteriores pouco valem. Os treinadores são diferentes, os jogadores são diferentes… Vamos defrontar uma equipa bem orientada, com qualidade, que em casa é muito forte. O Benfica luta para ser campeão e tem objectivos nas competições europeias, mas nós não temos nada a perder. Vamos a jogo com vontade de crescer e somar pontos.

Espera mais cautelas do Benfica depois de nos últimos anos ter perdidos pontos em casa com o Moreirense?: “Se o Benfica não estiver num dia bom e nós um dia fantástico, na plenitude das nossas capacidades, o jogo pode ser equilibrado e podemos somar pontos. Fazer um bom jogo é conquistar pontos. O fundamental é mesmo conquistar pontos. Para nós é mais importante é o que conseguimos controlar, a nossa equipa. Os jogadores sabem a realidade deste jogo, mas estão cofiantes. Sabem qual é a ambição da equipa, que só a soma de pontos nos pode dar estabilidade para evoluir e fazer um campeonato tranquilo. Vai ser um ano duro para todos, mais difícil para alcançar o principal objectivo, a permanência”.

Até que ponto as várias ausências condicionam?: “Claramente que todos os treinadores querem ter todos os jogadores disponíveis, para terem mais opções, para definir as estratégias adequadas para o jogo. O que me deixa mais apreensivo não é o número de lesionados, mas sim o facto de ser um guarda-redes, um médio e um avançado. Precisava de mais características para ir a jogo, para poder mexer na equipa, mas confio nos que temos. É um desafio para todos nós, jogadores e treinador, procurar fazer mais com menos”.

Em que ponto está no Moreirense neste arranque da época?: “Vejo uma margem de progressão muito grande para esta equipa. A equipa teve nove jogadores da época passada no primeiro onze, mas são jogadores muito diferentes. Alguns desses jogadores, por opção, não jogavam muito na época passada. Hoje estão melhores, tenho a certeza que vão crescer. A equipa está num bom nível razoável, mas não tenho dúvidas de que vai crescer mesmo muito. Vieram jogadores de realidades completamente diferentes, com a agravante de estarem parados há muito tempo. Precisamos de dar tempo e confiança a esses atletas, porque confiamos neles. A médio prazo vão estar mais preparados para a nossa realidade. A equipa tem uma sustentabilidade muito boa, há um conhecimento muito grande das minhas ideias, isso leva-me a pensar que no futuro seremos melhores. A nível organizacional, a equipa está mais forte do que estava à espera”.

O que é que o mais impressiona neste Benfica?: “O trabalho do Jorge Jesus fala por ele. As equipas falam dentro do campo sobre os seus treinadores. A equipa do Jesus fala dento do campo, a competência dele está por demais evidente. Acaba por ser uma inspiração para todos os treinadores, porque é um treinador muito qualificado. Também queremos ser competentes, sempre com uma uma insatisfação muito grande da minha parte em querer ser melhor. Sei onde quero chegar, o caminho a percorrer”.

O futuro de Fábio Abreu continua em aberto: “Tem um comportamento exemplar, é um profissional incrível, com uma capacidade de trabalho e saber estar fantásticos. Demonstra dentro do campo o que realmente é, é um ponta-de-lança para outro nível. Estamos na presença de um jogador de elite. O resto é com o jogador e a administração”.


em Desporto

Marcações: Moreirense Futebol Clube, SL Benfica, Ricardo Soares

Imprimir