Xico Andebol pretende ter condições para preparar jogo da Taça com o Sporting



Impedido de dar continuidade ao campeonato nacional da 2.ª divisão de andebol, o Xico Andebol pretende manter a equipa principal em competição uma vez que no dia 23 recebe o Sporting, nos oitavos-de-final da Taça de Portugal, prova que não foi suspensa.

O clube vimaranense já sensibilizou a Federação de Andebol de Portugal nesse sentido, alertando para a necessidade de obter autorização para usufruir das melhores condições para prosseguir com a preparação do jogo.

“Estamos cooperantes que a situação que se vive e temos o objetivo maior de salvaguardar a saúde pública. Mas, temos de perceber que somos um clube competitivo. Os campeonatos que as nossas três equipas seniores disputam estão suspensos, mas acontece que temos a felicidade de jogar a Taça de Portugal. Temos a esperança de ter a possibilidade de poder continuar a treinar, porque em breve vamos receber o Sporting”, afirmou Diogo Leite Ribeiro, em entrevista ao Grupo Santiago.

O presidente do Xico Andebol assume que a interrupção dos campeonatos que o clube disputa “é algo que vem trazer um espírito derrotista”. “Temos todos os cuidados para salvaguardar o bem estar dos nossos atletas, mas mesmo assim somos confrontados com estas limitações, muitas vezes impostas sem se conhecer a realidade. São decisões drásticas, que têm efeitos nefastos que só mais tarde iremos perceber. Estive com os atletas seniores, que não escondem a tristeza por não poderem competir. Estão abalados, porque sabem dos cuidados que o clube teve sempre. Procuramos sempre manter o nosso calendário, porque cientes de que em Janeiro a situação podia agravar-se o planeamento seria alterado conseguimos ir fazendo os nossos jogos”.

O dirigente alerta que na sequência do adiamento dos jogos “haverá uma sobrecarga imensa após a retoma, em Fevereiro ou Março. Temos de ter conscicência que os atletas não são máquinas, não podem deixar de treinar algumas semanas e passadas quatro semanas voltarem a jogar nas mesmas condições. São atletas que treinam afincadamente, por isso se tiverem a obrigação de parar um mês a sua forma física será colocada em xeque. Sabemos que isto pode originar lesões, por isso terá de haver uma preparação para o regresso. Os atletas não são máquinas, temos de ter noção que estamos a falar de pessoas e de competição”.

sexta, 15 janeiro 2021 12:23 em Desporto

Marcações: Xico Andebol, Federação de Andebol de Portugal

Imprimir