Relvado do Estádio D. Afonso Henriques congelado motivou intervenção antes do jogo com Farense



Vários funcionários do Vitória e da empresa responsável pelo tratamento do relvado do Estádio D. Afonso Henriques foram obrigados a uma intervenção de emergência para preparar o tapete verde para o encontro com o Farense, da 14.ª jornada da I Liga, marcado para as 18 horas.

Com gelo formado na zona sul do relvado, foi necessário recorrer a vários métodos para o descongelação do relvado. Desde logo, foram despejados dezenas de baldes de água quente, além de terem sido utilizados sopradores. Ao mesmo tempo, o relvado foi ‘picado’ com diversos utensílios. Uma operação acompanhada no relvado pelo presidente vitoriano, Miguel Pinto Lisboa.

Os jogadores do Vitória tiveram algumas limitações de espaço para cumprir o aquecimento, uma vez que as diversas operações para quebrar o gelo prosseguiam a menos de meia hora do arranque da partida.

Marcações: Vitória Sport Clube, Estádio D. Afonso Henriques

Imprimir Email