Diamantes do Berço 24 garantidos nos seniores na próxima temporada



A linha orientadora da versão sénior do Berço Sport Clube para a época 21/22 já é clara no que aos jovens do projecto Berço 24 diz respeito: o rendimento será premiado semanalmente com chamadas aos trabalhos da equipa principal e terão entrada na convocatória sempre que se justifique. Sem reservas, ou medos.

Não é ao acaso que Ricardo Martins não só vai reassumir o cargo de treinador principal como no organograma do Berço 24 figura como coordenador geral da formação. A ideia é que a visão única, pensada e desenvolvida pelo departamento e subscrita a 100 por cento pelo topo da hierarquia do clube, seja capaz de garantir no terreno soluções encorajadoras e justas na defesa de um trabalho do qual naturalmente se esperam resultados verdadeiramente palpáveis a médio/longo prazo, mas que no imediato já tem de evidenciar sinais de que aposta na formação é algo que se afigura como decisivo para a implementação do projecto macro do clube na sociedade. E é nesse sentido que os jovens que vão compor os planteis terão, em função do seu rendimento e comportamento a vários níveis, a oportunidade de trabalhar com os seniores para procurarem com naturalidade e ambição o seu espaço.

Perante esta normativa do projecto, o plantel sénior será mais curto do que o habitual precisamente para garantir (e abrir ainda mais se for necessário) espaço aos diamantes do Berço 24. E não só: o plano de contratações vai privilegiar ainda mais os jovens. No que aos estrangeiros diz respeito, a aposta manter-se-á em atletas que possam, de facto, ser mais-valias para o imediato e activos para rentabilizar para campeonatos superiores. A ideia passa, a cada época volvida, por afinar o critério para que as escolhas possam ser o mais assertivas possível, sendo certo que é uma política que continuará a merecer especial atenção e dedicação do departamento de scouting. Não só pelas oportunidades que surgem, dado que a oferta é imensa, mas também porque a aposta tem tido genericamente sucesso, como ainda agora se confirmou com a transferência de Aponza para o Portimonense e com as iminentes operações de Welton, Joyce e Remy. E vale ainda lembrar os casos dos avançados brasileiros Henrique, para o Marítimo, e João Luís, para o Benfica.

Relativamente à reformulação do plantel da época 20/21, a mesma deverá começar esta semana a ser desenvolvida com reuniões diversas com os atletas. Recorde-se que no decurso da época, o clube já anunciara o acordo para a renovação de Jota. O defesa-direito foi pouco utilizado, mas o clube acredita muito no potencial do jovem 20 anos e decidiu oportunamente garantir a sua continuidade. Este processo estará já nas mãos de Ricardo Martins, devendo o treinador entregar nos próximos dias à Direcção um primeiro esboço do plantel a construir para a nova época. Outro dossier a finalizar passa pela constituição da equipa técnica, desconhecendo-se até ao momento os nomes que vão acompanhar Ricardo Martins no desafio de levar a equipa à Liga 3.

Marcações: Campeonato de Portugal, Berço SC

Imprimir Email