VÍDEO: «Aldeia contemporânea» reabilita edifício industrial para alojamento de estudantes

Uma «aldeia contemporânea» vai reabilitar um edifício industrial para alojamento de estudantes. O projecto é da Abelimóveis, imobiliária da família de Abel Ribeiro da Silva, e vai ser edificado em Azurém, nas antigas instalações da Gabelex, na Rua dos Mártires.
Num edifício com 15 mil m2 será implementado «O colectivo de Azurém», através de um projecto que promoverá a transformação radical do edifício mas com a manutenção da actual estrutural de cariz industrial.

Para além de um espaço residencial com capacidade para 700 pessoas, o projecto contempla ainda áreas comuns de estudo, trabalho, serviços e lazer, com destaque para uma praça de "dimensão generosa" que pode funcionar como anfiteatro para a realização de eventos.
A pouco mais de 600 metros de distância da Universidade do Minho, «O colectivo de Azurém», direcciona-se para estudantes da Academia, professores, pós-graduados e doutorados.

O colectivo de Azurém vem colmatar a falta de alojamento para estudantes. Um problema que preocupa não apenas a Universidade mas também a Câmara Municipal. Domingos Bragança regista a qualidade de um projecto que ajuda a Universidade do Minho a crescer e a desenvolver-se.


Marcações: estudantes, Alojamento, Aldeia contemporânea, Abelimóveis

Imprimir Email