Comerciantes aceitam «experimentar» condicionamento de trânsito em algumas ruas de Guimarães

Os comerciantes concordaram com a implementação, a título experimental, do condicionamento à circulação automóvel ao fim-de-semana no centro da cidade de Guimarães.

A aceitação da medida anunciada pelo Presidente da Câmara ficou assumida na reunião geral de comerciantes realizada ontem, após convocatória da Associação do Comércio Tradicional de Guimarães.

Cristina Faria, daquela Instituição, congratulou-se com a adesão e interesse dos empresários do sector que marcaram presença na sessão que decorreu na sede da União de Freguesias da Cidade, ressalvando que a aceitação que será feita uma avaliação constante da iniciativa. "Vamos tentar, vamos fazer a vontade à Câmara, vamos experimentar, apesar de quase 100 por cento dos comerciantes presentes serem contra o corte de trânsito", frisou, garantindo que a experiência será sujeita a avaliação e posterior análise que será remetida ao Município.

A responsável adiantou que no próximo dia 3 de Março ficará a conhecer os pormenores da proposta da Autarquia, na sequência do anúncio do condicionamento a implementar aos fins de semana e envolve o lado norte da Alameda de S. Dâmaso, o lado nascente do Largo do Toural e a Rua de Santo António.

"Vamos aceitar a experimentação três ou quatro fins-de-semana e depois faremos uma reavaliação", assegurou, lamentando a falta de "lojas âncora e serviços" no centro da Cidade capazes de atrair pessoas.

Segundo a dirigente da Associação do Comércio Tradicional, o condicionamento à circulação automóvel ao fim-de-semana no centro da cidade de Guimarães vai ter início no dia 28 de Março.

em Economia

Marcações: Guimarães, condicionamentos de trânsito

Imprimir