EB 2,3 de Caldas das Taipas deve abrir portas em Setembro

A nova EB 2, 3 de Caldas das Taipas deve abrir portas para o próximo ano lectivo, que inicia em Setembro.

Na visita protagonizada esta quarta-feira pela Secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, a quatro escolas de Guimarães, concretamente a EB 2,3 Virgínia Moura e Escola de Vermis, em Moreira de Cónegos, a EB 2,3 de São Torcato e EB 2,3 de Caldas das Taipas, o autarca vimaranense adiantou a abertura da unidade escolar para o mês de Setembro, remetendo a oficialização para quando a comunidade escolar decidir.

A obra da nova EB 2, 3 de Caldas das Taipas foi adjudicada por 8 milhões e 300 mil euros e terá uma área total de 11.200 metros quadrados, sendo que a Autarquia vai suportar 30% da empreitada.

No final da visita, a governante deixou elogios à intervenção que está a decorrer naquele edifício. "É uma escola em que a Câmara e o Ministério da Educação puseram muito investimento e empenho, que vai melhorar muito esta comunidade escolar. A escola teve apoios comunitários desde do ínicio e terá apoios comunitários na reprogramação significativos e ainda podemos ver se será necessário mais algum apoio", afirmou Alexandra Leitão, abordando ainda as intervenções necessárias nas outras três escolas. "São escolas dos anos 80 que precisam de intervenção e veremos como vai ser possível trabalhar com a Câmara.   

O Presidente do Município enalteceu o "orgulho" da nova EB 2, 3 de Caldas das Taipas e explicou que a Autarquia está a aguardar pelo valor que será atribuído de fundo comunitários para o reforço. "Em diálogo com o  Ministério da Educação veremos o apoio necessário. Gostava que o equipamento escolar fosse todo suportado por fundos comunitários e pelo Governo, mas não vai ser assim. A Câmara vai ter aqui um esforço significativo do ponto de vista financeiro, mas quero minimizar esse esforço", disse.

em Educação

Marcações: Educação, EB 2,3 de Caldas das Taipas

Imprimir