Alegado homicida de Fareja preso preventivamente

O alegado autor do homicídio ocorrido no passado dia 8 na freguesia de Fareja, concelho de Fafe, já está preso preventivamente. Adélio Leite é acusado de ter morto a sua mulher, Maria de Fátima Leite, uma professora de 63 anos.
O alegado homicida tentou suicidar-se de seguida, na Ponte de Cepães. Uma intenção que acabou por ser frustrada, dado que a queda provocou-lhe apenas ferimentos. Adélio Leite foi assistido no Hospital de Fafe, tendo depois foi transferido para o Hospital de Guimarães. O alegado homicida seria ainda transferido para o Hospital de S. Marcos, em Braga onde viria a ter alta.
Presente ao Tribunal de Fafe, Adélio Leite recolheu à cadeia onde vai
aguardar julgamento em prisão preventiva.

em Judicial

Marcações: Judicial

Imprimir