«A execução para a prestação de facto» em debate no Tribunal de Guimarães



O Conselho Regional do Porto da Ordem dos Solicitadores e dos Agentes de Execução, com o apoio da Delegação Distrital de Braga, organiza uma conferência subordinada ao tema «A execução para a prestação de facto». Serão oradoras Teresa Madaíl, juíza de execução de Águeda, e Mónica Bastos Dias, juíza de execução de Coimbra, autoras do livro «Linhas Mestras da Execução para Prestação de Facto».
A conferência contará ainda com a moderação de Isabel Namora, juíza presi­dente da Comarca de Coimbra, e de Artur Dionísio Oliveira, juiz presidente da Comarca de Braga.
O evento está marcado para o Palácio da Justiça de Guimarães, esta quinta-feira, pelas 15h30.

Marcações: Tribunal, A execução para a prestação de facto

Imprimir Email