Tribunal da Relação de Guimarães agrava pena de prisão, suspensa, a oficial da PSP Filipe Silva



O Tribunal da Relação de Guimarães agravou para três anos e meio a pena de prisão, suspensa na sua execução, do subcomissário da PSP Filipe Silva, por agressão a dois adeptos do Benfica. Factos registados em Guimarães, em Maio de 2015.
Em nota esta segunda-feira publicada no seu site, a Procuradoria-Geral Distrital do Porto refere que em primeira instância o arguido, Filipe Silva, tinha sido condenado a três anos de prisão, com pena suspensa, resultando o agravamento de um recurso interposto pelo Ministério Público.
A defesa do arguido também recorreu, pedindo a absolvição, mas este recurso foi indeferido.
Os factos ocorreram no dia 17 de Maio de 2015, nas imediações do Estádio D. Afonso Henriques, logo após o final do jogo entre o Vitória e o Benfica.

Marcações: Tribunal da Relação de Guimarães, oficial da PSP Filipe Silva

Imprimir Email