Crimes contra o património lideraram criminalidade em Guimarães o ano passado



Crimes contra o património, foi a criminalidade mais registada em Guimarães no ano passado.
De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística, em 2018, aqueles crimes atingiram uma taxa de 10% da criminalidade participada às forças de segurança.
Aquela percentagem representa um aumento de 1,3%, por comparação em 2017.
Segundo o INE, os crimes contra a integridade física registaram uma taxa de 3,7%, igualando a percentagem registada em 2017.
Os crimes de furto de veículos e em veículo motorizado, contabilizaram uma percentagem de 2,6%, representando um ligeiro aumento de 0,5%, em relação ao ano anterior.
Os dados divulgados pelo INE registam ainda 0,4% de furto/roubo na via pública (a mesma percentagem em 2017), 1,2% de condução de veículo com taxa de álcool igual ou superior a 1,2gr/l (1,8% em 2017) e 0,4% condução sem habilitação legal (0,5% em 2017).
No total, a taxa de criminalidade registada em Guimarães atingiu os 20,9%, contra 20,2% em 2017.

Marcações: 2018, criminalidade

Imprimir Email