Pena suspensa para condutor que atropelou mortalmente dois vimaranenses



O Tribunal de Matosinhos condenou a três anos de prisão, com pena suspensa, um homem pela morte, em Vila de Conde, de dois jovens de Guimarães.
Os factos ocorreram às 4h23 do dia 19 de Julho de 2017, na Avenida Infante D. Henrique, marginal de Vila do Conde.
O arguido, de 23 anos, conduzia uma viatura que se despistou, galgou o passeio e atropelou um jovem de 25 anos e uma jovem de 19 anos, residentes em S. Cristóvão de Selho que tiveram morte no local do acidente.
O Tribunal de Matosinhos deu como provado que que o arguido cometeu dois crimes de homicídio por negligência, ao contrário do que pretendia o Ministério Público que defendia a condenação por dois crimes de homicídio por negligência grosseira.
Para além dos três anos de prisão suspensa, o arguido foi ainda condenado a inibição de conduzir por um período de dois anos.
Na sequência do acidente, o condutor saiu ileso tendo sido encontrado por populares em pânico e sem conseguir explicar como tudo tinha acontecido.
Para o Tribunal ficou provado que na altura do acidente a viatura seguia a uma velocidade nunca inferior a 100 quilómetros horários num local onde a velocidade máxima é de 50 quilómetros horários, motivo que esteve na origem das duas mortes.

em Judicial

Marcações: acidente, Vila do Conde, Tribunal de Matosinhos

Imprimir