Ministério Público pede 21 anos de prisão para homicida de Fermentões



O Ministério Público do Tribunal Juidical de Guimarães pediu uma pena nunca inferior a 21 anos de cadeia para o homem que está acusado de matar à facada uma mulher em Fermentões. Os factos ocorreram em Abril do ano passado e a vítima mortal foi Maria José da Silva Dias, de 46 anos, atingida com vários golpes desferidos pelo arguido.
O arguido, de 53 anos e que se encontra em prisão preventiva, está acusado de um crime de homicídio qualificado, um crime de homicídio qualificado na forma tentada e dois crimes de ofensa à integridade física qualificada.
O julgamento decorre no Tribunal Judicial de Guimarães à porta fechada devido à pandemia.
A leitura da sentença está marcada para o próximo dia 20.

Marcações: Fermentões, facadas, homicida, Maria José da Silva Dias,

Imprimir Email