Pedro Marques: «Sempre que a direita governa cresce a pobreza em Portugal»



"Sempre que a direita governa, a pobreza cresce em Portugal". A afirmação foi proferida pelo cabeça de lista do PS às eleições europeias. Pedro Marques falava esta quinta-feira, em Brito, nos Espaços Criativos, numa iniciativa de campanha que promoveu o debate sobre «Europa e o pilar social»:
"Por via do governo do PS, a pobreza diminui em Portugal, são as estatísticas de 25 anos que o dizem. Não é coincidência, destacou para acrescentar: "Sempre que a direita governa, a pobreza cresce em Portugal".
O candidato socialista lembrou que a luta contra a pobreza é uma das propostas do novo contrato social que o PS propõe para uma Europa "mais coesa e justa".

Na sua intervenção, Pedro Marques salientou ainda que o populismo não cresceu em Portugal, como acontece um pouco por toda a Europa, graças à executivo socialista que "governa para as pessoas:".
"Portugal é apontado como exemplo e uma inspiração para a Europa por ter governado para as pessoas, em alternativa à austeridade e mantendo as contas em ordem", sublinhou.

Na iniciativa em que participou também Vieira da Silva, Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, o cabeça de lista do PS às eleições Europeias, respondeu a questões de uma plateia onde marcaram presença responsáveis de diversas IPSS de Guimarães convidados para o evento.
A campanha socialista prossegue em Guimarães sábado com um comício marcado para o Centro Cultural Vila Flor e que contará com a presença de António Costa.

Marcações: Eleições Europeias, Pedro Marques

Imprimir Email