Vereação aprovou obras de requalificação e reperfilamento das principais artérias de Aldão e Atães

O projecto de requalificação da estrada de São Torcato, na intersecção com a ponte sobre o rio Selho, e prolongamento da intervenção pela Rua 24 de Junho, em Aldão, e reperfilamento da Rua Nossa Senhora da Guia, em Atães, foi apresentado na reunião descentralizada do Executivo vimaranense que, esta quinta-feira, decorreu no salão paroquial de Atães.

Na abertura da sessão, o Autarca da União de Freguesias de Atães e Rendufe, Patrício Araújo, elogiou o trabalho do executivo Municipal, indicando que as intervenções que têm sido realizadas naquele território têm permitido "trazer a Cidade às freguesias do Vale de São Torcato". 

O procedimento concursal para a requalificação daquelas principais vias foi aprovado por unanimidade, num investimento previsto de 2, 8 milhões de euros. O Presidente da Câmara, Domingos Bragança, realçou a qualidade da intervenção proposta, referindo-se também à obra recentemente lançada para a melhoria da ligação entre Fermentões, Penselo e Selho São Lourenço.

No período antes da ordem do dia, o Vereador do PSD, Bruno Fernandes, referiu-se à estratégia de desenvolvimento do Município para o Vale de São Torcato, lamentando a "perda demográfica" registada nos últimos anos e a "visão conservadora que impede o aumento de áreas urbanizadas". Fez também alusão à "demora" na obra de requalificação da Escola E. B. 2, 3 de São Torcato cujo ante-projecto foi apresentado em 2014.
Na resposta, o Presidente da Câmara contrariou, argumentando que não abdicará da protecção da singularidade do Vale do São Torcato. "A nossa visão é contemporânea e visa a protecção da riqueza ambiental", disse Domingos Bragança, alegando que os projectos demoram porque obedecem aos requisitos de "qualidade" e às "regras da contratação pública". Quanto às condições em que se encontra a Escola EB 2, 3 de São Torcato, no final da sessão, a Vereadora responsável pela Educação, Adelina Paula Pinto, garantiu que a intervenção não está esquecida reiterando que o Município está empenhado na concretização da requalificação da EB 2, 3 de São Torcato.
Adelina Paula Pinto revelou que uma encarregada de educação apresentou uma queixa à Direcção Geral dos Estabelecimentos Escolares por causa das condições em que se encontra o edifício. Um técnico da DGEST esteve no estabelecimento de ensino e, segundo a responsável, não há problemas de segurança nas instalações.

A reportagem da sessão será emitida no próximo sábado, a partir das 11h00, durante o programa «Largo do Toural», da Rádio Santiago, sendo depois publicada na edição da próxima quarta-feira do jornal O Comércio de Guimarães.

 


Marcações: reunião descentralizada, União de Freguesias de Atães e Rendufe , Câmara Aberta

Imprimir Email