Covid-19: Deputados do BE reuniram com as CIM do Ave e do Cávado

Os deputados do Bloco de Esquerda eleitos por Braga, José Maria Cardoso e Alexandra Vieira, reuniram com as comunidades intermunicipais do Cávado e do Ave, para analisar questões relacionadas com o apoio aos mais vulneráveis e a existência de estratégias conjuntas de combate às consequências provocadas pela pandemia da Covid-19.
Nos encontros realizados por videoconferência, os deputados referiram que, nesta situação de crise de saúde pública, é importante reforçar as medidas de apoio às famílias carenciadas, de forma a evitar uma crise social. Para isso, reforçaram a importância não só de assegurar serviços mínimos de electricidade e água, mas também de garantir acesso a bens de primeira necessidade, a habitação condigna e apoio social e psicológico.

Em comunicado, o BE diz que as reuniões permitiram perceber que as respostas sociais estão centradas em cada município, apesar da existência de contactos regulares entre as várias entidades. Foi referido também que não tem havido uma estratégica conjunta no apoio a dar aos lares e que esta deveria ser uma resposta da Administração Regional de Saúde do Norte. Apesar disso, actualmente está a ser desenhada pelas CIM uma intervenção que permita articular o trabalho necessário no terreno.

Os deputados afirmam que esta situação revela a importância de concretizar a regionalização, para assegurar a existência de uma estrutura intermédia que faça a articulação das decisões da Direcção Geral de Saúde e do Ministério da Saúde com os municípios.
Os deputados bloquistas destacaram ainda a necessidade urgente de assegurar o serviço de transportes públicos, que está suspenso em praticamente todo o Distrito por decisão das operadoras privadas concessionários dos serviços. Foi possível perceber que as CIM e as Câmaras Municipais estão a trabalhar para a garantia de serviços mínimos, pelo que se espera que a situação seja resolvida em breve. Atendendo às circunstâncias em que o serviço deve ser oferecido – não cobrança de bilhetes e lotação reduzida a 1/3 – as CIM e Câmaras, enquanto autoridades intermunicipais e municipais de transportes, utilizarão das verbas previstas para o Plano de Apoio à Redução Tarifária para pagar às operadoras para prestar esses serviços mínimos.


Marcações: Bloco de Esquerda, deputados, CIM do Ave e Cávado

Imprimir Email