PSD de Guimarães questiona a Câmara sobre "atraso" na entrega das máscaras sociais

O PSD lamenta que "volvidas três semanas" após o anúncio de que iria comprar 200 mil máscaras para distribuir pela população, na preparação do regresso gradual à normalidade, essa distribuição ainda não tenha começado.
"Mais um anúncio para ser capa de jornal pois, volvidas três semanas, ainda não é conhecida qualquer distribuição das referidas máscaras", lê-se no referido comunicado assinado pelo líder do PSD Bruno Fernandes.
Para a Concelhia do PSD de Guimarães, "se a autarquia tinha intenção de distribuir este equipamento de protecção individual, o que concordamos, não pode demorar mais de três semanas para as entregar à população". Neste contexto, o PSD "lamenta" que a Câmara Municipal de Guimarães, perante um "enquadramento gravíssimo como o que vivemos, não seja capaz de deixar de fazer anúncios e passar a apresentar resultados".

Salientando que "o estado de emergência não se compadece com demoras de três semanas", os social democratas consideram que este tempo que vivemos de pandemia "obriga a respostas imediatas e determinadas".
"O PSD tem alertado o executivo municipal para uma maior celeridade na implementação das decisões", lembrando ter defendido essa posição no que respeita à realização dos testes nos lares de idosos que se "arrasta há semanas, quando a maioria dos concelhos terminou este importante rastreio há vários dias".

Marcações: PSD de Guimarães, Bruno Fernandes, máscaras

Imprimir Email