Covid-19: Assembleia Municipal de Guimarães vai reunir por vídeoconferência

A Assembleia Municipal de Guimarães vai reunir sexta-feira, naquela que é a primeira sessão por vídeoconferência. É uma situação imposta pela pandemia. O Presidente do órgão deliberativo, fala de uma reunião que, devido às circunstâncias, não podia realizar-se de outra forma, levando em linha de conta que "seria muito difícil do ponto de vista logístico organizar uma sessão com cerca de centena de pessoas garantindo o distanciamento social recomendado pelas autoridades de saúde".

José João Torrinha diz que a reunião vai decorrer de acordo com as condições possíveis e com recurso às tecnologias existentes mas com a certeza de que por vídeoconferência "não é a situação ideal", sendo certo que a riqueza do debate perde pela "falta de espontaneidade". 

Na sessão da Assembleia Municipal de sexta-feira, vão ser discutidas e votadas diversas propostas, nomeadamente o relatório e contas da Câmara referente a 2019, bem como a primeira alteração orçamental modificativa.
Referência para a proposta sobre medidas excepcionais e temporárias de apoio às famílias, empresas e ao emprego, bem como o reforço de verba a transferir para a Casfig para atribuição do subsídio municipal de arrendamento no âmbito da pandemia.
Da agenda de trabalhos referência ainda para a proposta de abertura de procedimento para concurso público do serviço de transportes rodoviários de passageiros e sobre protocolos de descentralização cultural.

Marcações: Assembleia Municipal, vídeoconferência

Imprimir Email