Protocolo da Câmara de Guimarães e IHRU aponta para reabilitação de edifícios da Emboladoura e Atouguia

O Executivo Municipal de Guimarães vai discutir e votar na sua reunião da próxima segunda-feira uma proposta para celebração de um protocolo com o Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana, visando disponibilizar soluções habitacionais adequadas para os agregados sinalizados como em situação de necessidade de alojamento urgente ou prioritário. Tem ainda por objectivo assegurar a reabilitação do edificado do bairro da Emboladoura e os Blocos B e D do bairro da Atouguia, no que respeita às partes comuns dos edifícios e aos espaços e equipamentos exteriores.

Outra proposta da agenda aponta para a celebração de um protocolo entre a Câmara e a Delegação da Cruz Vermelha de Guimarães sobre a coordenação da estrutura de rectaguarda Municipal da Covid-19.
A Vereação Municipal vai ainda decidir sobre um protocolo de colaboração com a Associação Centro de Medicina P5 da Universidade do Minho tendo por finalidade criar meios alternativos aos presenciais e às linhas telefónicas actualmente existentes para facilitar a realização de
diagnósticos e o acompanhamento de doentes afectados pela Covid-19.

O Executivo Municipal vai ainda discutir e votar a proposta de tarifário da Vimágua para 2021. De acordo com a proposta, o tarifário da água não sofre aumento pelo sétimo ano consecutivo, com excepção das tarifas do serviço de saneamento que terão um agravamento de 2,98% resultante do crescimento da tarifa aplicada pela Águas do Norte, em 2020, a que corresponde um aumento de 0,34 euros, no caso de um utilizador doméstico com um consumo de 10m3 de água.

Da agenda da reunião faz ainda parte a informação de um do despacho do Presidente da Câmara, sobre a empreitada para substituição de coberturas em fibrocimento nas escolas básicas de Oliveira do Castelo, Agostinho da Silva, de Abação, Nossa Senhora da Conceição, do Agrupamento de Fermentões, EB1 de Santa Luzia, Tulha Velha, de Corvite, Pevidém e Cerca do Paço, de Prazins Santa Eufémia”.

A obra foi adjudicada a pelo valor superior a 327 mil euros.


em Política

Marcações: Vereação Municipal, quiosque Atouguia, IHRU, bairros sociais, Embuladoura

Imprimir